Zona Franca Industrial da Madeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2014)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Vista do Caniçal, com a ZFI ao centro, em 2006.

A Zona Franca Industrial da Madeira (ZFI) está integrada no âmbito do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) e está localizada estrategicamente a oito quilómetros do aeroporto internacional da Madeira e junto ao principal porto comercial da ilha. Esta Zona Franca tem uma área total de 130 hectares, e está à disposição das empresas industriais, onde permite a instalação de actividades produtivas de montagem e armazenamento.

É um parque industrial amplo, moderno e eficaz, com plataformas de terreno para a construção de edifícios industriais e pavilhões com diferentes áreas, com módulos de áreas menores para as empresas que pretendam espaços mais pequenos para o desenvolvimento da sua actividade.

Os acessos são uma mais-valia da Zona. O facto de estar localizado perto do aeroporto e do porto comercial da Madeira, que se encontra em plena actividade desde 2004 e onde se concentra a carga e descarga de bens e produtos para todo arquipélago, e também pelo facto do parque estar directamente ligado à principal via-rápida que serve toda a ilha da Madeira, permite uma distribuição dos produtos mais fácil e eficaz.

Actualmente existem cerca de 50 empresas de diferentes origens a operar na ZFI, e algumas estão em processo de instalação. Neste total de empresas, existem áreas de actividade desde o processamento do peixe e produtos alimentares, à cosmética, aos produtos de limpeza e à electrónica (Zona, 2008).

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]