Zona pelúcida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Óvulo humano: A zona pelúcida é visto como um cinto grosso claro cercado pelas células da Coroa radiada.

A zona pelúcida é uma grossa camada glicoprotéica que envolve o óvulo e confere aos gametas femininos uma alta especificidade.[1] Ela funciona como barreira, permitindo que apenas espermatozoides da mesma espécie tenham acesso ao óvulo, e é responsável por impedir a polispermia, para que espermatozoides adicionais não penetrem no óvulo.[2]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre reprodução é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.