Corpo albicans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2018). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Um corpo albicans humano.

Um corpo albicans é um tecido cicatricial de um antigo corpo lúteo formado no ovário humano.

Quando não há fertilização, o corpo lúteo atinge o desenvolvimento máximo em cerca de 9 dias depois da ovocitação. Devido a degeneração de células lúteas, ele diminui de tamanho e forma uma massa de tecido cicatricial fibrótico chamada de corpo albicante (ou corpo albicans). A produção de hormônios, como a progesterona, cai simultaneamente, o que adianta o sangramento menstrual.

Se o ovócito secundário for fertilizado, não há degeneração do corpo lúteo devido a ação da gonadotrofina coriônica humana, que é um hormônio secretado pelo sinciciotrofoblasto do embrião.

Ícone de esboço Este artigo sobre Fisiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.