Abas, filho de Melampo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Abas, filho de Melampo na mitologia grega foi neto de Amitáon e bisneto de Abas, filho de Linceu e pai de Lisímaca. Era ainda considerado como "pai humano" (adoptivo?) do argonauta Ídmon que seria, de facto, filho de Apolo1 2 e da ninfa Cirene.2

Família[editar | editar código-fonte]

Abas era filho de Melampo.3 Melampo e Bias eram filhos de Amythaon e Idómene, filha de Feres; Amythaon e Feres eram irmãos, filhos de Creteu e Tiro.4 Melampo curou as mulheres de Argos da loucura provocada por Dionísio, e recebeu um terço do reino, com seu irmão Bias recebendo outro terço.5

Abas teve uma filha Lisímaca, que se casou com Talau, filho de Bias e Pero; os filhos de Lisímaca e Talau foram Adrasto, Partenopeu, Pronax, Mecisteu, Aristômaco e Erifila, que se casou com Anfiarau.3

Referências

  1. Apolônio de Rodes, Argonautica, Livro I, 139-145
  2. a b Higino, Fabulae, XIV, Os argonautas reunidos
  3. a b Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.9.13
  4. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.9.11
  5. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.9.12

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.