Advocacia jornalística

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A advocacia jornalística1 2 é uma modalidade de jornalismo que intencionalmente, e de forma transparente, adota um determinado ponto de vista, geralmente com algum objetivo social ou político.1 2

Órgãos de imprensa que exercem a advocacia jornalística, por vezes chamados de 'publicações alternativas', têm um 'viés declarado', ou seja, um ponto de vista editorial publicamente reconhecido, e são claros a respeito de sua posição editorial.2 Os meios de comunicação de massa, por vezes chamados de 'corrente em voga', têm 'vieses' frequentemente implícitos ou ocultos. Como seu ponto de vista editorial supostamente coincide com o da maioria, ninguém reflete sobre isso. Todos parecem concordar, logo não há 'viés' aparente. Somente os que mantém uma posição minoritária são vistos como "parciais".2

Artigos relacionados[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b BERMAN, Dave. Advocacy Journalism, The Least You Can Do, and The No Confidence Movement. 29 de junho de 2004, Independent Media Center.
  2. a b c d CARELESS, Sue. Advocacy journalism: Rules and advice for advocacy journalists, in The Interim, May 2000.
Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.