Agostino Cornacchini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monumento equestre de Carlo Magno, Agostino Cornacchini (1725), na Basílica de São Pedro, Vaticano, Itália

Agostino Cornacchini (Pescia, 27 de agosto de 1686Roma, 1754) foi um escultor e pintor italiano, em atividade sobretudo em Roma.

Obras[editar | editar código-fonte]

Em 1697, mudou-se para Florença, onde foi aluno de Giovanni Battista Foggini. Em 1712, transferiu-se para Roma, onde realizou para a Basílica de São Pedro, Vaticano, a estátua equestre de Carlos Magno (1720-1725)[1] . Outras obras são encontradas nas catedais de Orvieto, Ancona, Pistoia e na Basílica de Superga em Torino.

O busto de mámore do cardeal Luigi Omodei, conservada na nave principal da Basílica de São Ambrósio e Carlos al Corso, também é um de seus trabalhos[2] .

Foi encarregado pelo cardeal húngaro Michele Federico Althann a desenvolver a escultura de São João Nepomuceno, atualmente sobre Ponte Milvio, em Roma[3] .

Em sua cidade natal, a ele é atribuída a escadaria da Igreja de Santo Estéfano e São Nicolau[4] .

Referências

  1. Bottari, Giovanni Gaetano; Ticozzi, Stefano Ticozzi. Raccolta di lettere sulla pittura, scultura ed architettura. p.182
  2. Vini Lazio. Rome - le chiese. Acesso em 19 de maio de 2010
  3. Roma SPQR. Ponte Milvio. Acesso em 19 de maio de 2010
  4. Circoli di Studio in Valdinievole. Chiesa dei Santi Stefano e Niccolao. Acesso em 19 de maio de 2010

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jane Turner (org.), The Dictionary of Art. 7, pp. 860-861. New York: Grove, 1996. ISBN 1-884446-00-0
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Agostino Cornacchini