Alexandre de Württemberg (1804–1885)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexandre de Württemberg
Príncipe de Württemberg
Cônjuge Claudine Rhédey von Kis-Rhéde
Descendência
Claudina de Teck
Francisco de Teck
Amélia de Teck
Pai Luís de Württemberg
Mãe Henriqueta de Nassau-Weilburg
Nascimento 4 de Julho de 1804
São Petersburgo, Rússia
Morte 4 de Julho de 1885 (81 anos)
Laško, Alemanha (actual Polónia)

Alexandre de Württemberg (9 de setembro de 1804 - 4 de julho de 1885) foi o pai do príncipe Francisco de Teck e avô de Adolfo de Cambridge, 1.º Marquês de Cambridge e da rainha Maria do Reino Unido, esposa do rei Jorge V.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alexandre era filho do duque Luís de Württemberg, irmão do rei Frederico I de Württemberg e da imperatriz Maria Feodorovna da Rússia. A sua mãe era a princesa Henriqueta de Nassau-Weilburg, uma bisneta do rei Jorge II da Grã-Bretanha através da sua filha mais velha, Ana, Princesa Real.

Em 1835, Alexandre casou-se morganaticamente com Claudine Rhédey von Kis-Rhéde, nascida em Sângeorgiu de Pădure, na Roménia. O casal teve três filhos. A sua esposa recebeu o título de condessa de Hohenstein e, seguindo as regras dos casamentos morganáticos, os seus filhos herdaram o título da mãe de condes e condessas de Hohenstein desde o nascimento e não tinham direitos de pelo lado do pai a qualquer estatuto real ou herança.

Em 1841, a sua esposa foi esmagada por cavalos até à morte e Alexandre começou a sofrer de problemas mentais, algo que o iria acompanhar para o resto da vida.

Em 1863, os seus três filhos foram elevados a príncipe e princesas de Teck pelo rei Guilherme I de Württemberg.

Em 1871, o seu filho Francisco recebeu o título de duque de Teck do rei Carlos I de Württemberg, cinco anos depois do seu casamento com a princesa Maria Adelaide de Cambridge, prima em terceiro grau do rei através do rei Jorge II da Grã-Bretanha. As filhas de Alexandre não receberam este novo título e continuaram a ser princesas. O ducado de Teck era um título aristocrático do antigo reino de Württemberg.

Descendência[editar | editar código-fonte]

  1. Claudina de Teck (11 de fevereiro de 1836 - 18 de novembro de 1894), morreu solteira e sem descendência.
  2. Francisco de Teck (28 de agosto de 183721 de Janeiro de 1900), casado com a princesa Maria Adelaide de Cambridge; com descendência.
  3. Amélia de Teck (12 de novembro de 1838 - 20 de julho de 1893), casada com o conde Paul von Hügel; com descendência.

Genealogia[editar | editar código-fonte]

Os antepassados de Alexandre de Württemberg em três gerações[1]
Alexandre de Württemberg Pai:
Luís de Württemberg
Avô paterno:
Frederico Eugénio II, Duque de Württemberg
Bisavô paterno:
Carlos Alexandre de Württemberg
Bisavó paterna:
Maria Augusta de Thurn e Taxis
Avó paterna:
Sofia Doroteia de Brandemburgo-Schwedt
Bisavô paterno:
Frederico Guilherme de Brandemburgo-Schwedt
Bisavó paterna:
Sofia Doroteia da Prússia
Mãe:
Henriqueta de Nassau-Weilburg
Avô materno:
Carlos Cristiano de Nassau-Weilburg
Bisavô materno:
Carlos Augusto de Nassau-Weilburg
Bisavó materna:
Augusta Frederica de Nassau-Idstein
Avó materna:
Carolina de Orange-Nassau
Bisavô materno:
Guilherme IV, Príncipe de Orange
Bisavó materna:
Ana, Princesa Real e Princesa de Orange

Referências