Algodão-doce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Algodão-doce fabricado no Brasil.
Algodão-doce sendo fabricado.

O algodão-doce é um doce formado a partir de açúcar cristalizado. É normalmente fabricado pelo processo de trefilação de açúcar em máquinas especiais, e comercializado em feiras, praças, circos, cinemas e quiosques de shopping centers. Normalmente possui a cor branca ou rosa, mas pode vir em outras cores, como verde, amarelo ou azul. O doce, com aspecto visual de algodão, é espetado por um palito e envolto por um saco plástico transparente.

Máquinas de algodão-doce são facilmente encontradas para venda, ao menos no Brasil.

O algodão-doce possui baixo valor calórico em razão de conter uma baixa quantidade de açúcar; normalmente apenas uma colher-de-chá de açúcar.


Curiosidade[editar | editar código-fonte]

O algodão-doce é, quimicamente, um material amorfo.

História do algodão-doce[editar | editar código-fonte]

É incerto a primeira pessoa a inventar o algodão doce. Alguns dizem esse William Morrison e John Wharton, fabricantes do doce de Nashville, Tennessee, inventaram-no em 1897.

Inventaram um dispositivo, composto por uma bacia com furos minúsculos que, quando aquecida, o açúcar contido nela sofre o processo de trefilação e ganha aspecto visual de algodão.

Receberam uma patente para sua máquina em 1899.

Originalmente o chamaram de "The Floss Fairy". Como a bacia girava ao redor, o açúcar derretido era forçado através dos furos minúsculos na bacia. Assim que entrava em contato com o ar fresco, o açúcar derretido dava forma ao tal doce, macio.

Introduziram sua invenção ao mundo no St. Louis Worlds Fair em 1904 e venderam aproximadamente 68.655 caixas por 25 centavos cada um.

Outros dizem que o algodão doce foi inventado por Thomas Patton em 1900.

Ele recebeu uma patente para usar uma placa girando sobre um fogo a gás, enquanto linhas de algodão-doce tomavam forma, através de uma forquilha. Introduziu-se então o algodão-doce nesse ano (1900)no Ringling Bros Circus. Em torno desse mesmo tempo, um dentista de Louisiana (parece óbvio um dentista procurar a invenção do algodão-doce!) introduziu sua versão de algodão-doce em sua prática dental.

Nunca recebeu uma patente ou uma marca registrada para a a confecção.

Como é feito o algodão-doce[editar | editar código-fonte]

O doce de algodão é um daqueles alimentos notáveis que são simples fazer, desde que você tenha o equipamento correto.

Para fazê-lo necessita-se de cinco coisas:

Açúcar Cristal Branco ou Colorido (a coloração pode ser misturado com o açúcar)

Calor para derreter o açúcar a um estado líquido

Uma cabeça girando que use a força centrífuga forçar o açúcar à tela.

Uma tela com furos muito pequenos que o açúcar liquifeito é forçado completamente dar forma às linhas

Uma bacia ou uma bandeja para travar as linhas que surgem.

O açúcar é derramado na cabeça do aparelho girando que contem calefatores localizados perto da tela. Porque as rotações principais forçam o açúcar no calefator que derrete o açúcar em um estado líquido. O açúcar líquido passa através dos furos pequenos na tela e assim que tocar no ar circunvizinho, solidificando-se em linhas de açúcar que são coletadas na bandeja. Uma vara de papel é usada para recolher as linhas em um cone girando o em torno da cabeça do aparelho.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.