Ali Aaltonen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O comandante da Guarda Vermelha, Ali Aaltonen

Ali Aaltonen (1884, em Jämsä - 1918, em Lahti) foi um tenente no exército imperial russo, jornalista, e líder comunista finlandês.

Participou nas batalhas russo-japonesas como um tenente e posteriormente na Revolução Russa de 1905. A revolução falhou e Aaltonen perdeu seu status de oficial dentro do Exército Imperial Russo.

Aaltonen comandou as forças militares dos Vermelhos durante a Guerra Civil Finlandesa e tentou garantir tratados de armas com a Rússia. Atacou Näsinlinna durante a Batalha de Tampere. Foi mais tarde relegado a outras funções devido ao seu alcoolismo. Ele foi preso pela Guarda Branca na estação de trem Villähde e enviado para o campo de prisioneiros de Hennala, onde foi mais tarde fuzilado por Hans Kalm, um oficial estoniano, que havia voluntariado para lutar pelos Brancos.1

Referências

  1. Roselius 2007

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Roselius, Aapo, Teloittajien jäljillä (2007)