Apocalipse de Moisés

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O "Apocalipse de Moisés", também conhecido como relatório, ou revelação de Moisés é um escrito apócrifo.

O conteúdo do livro é muito parecido com o do livro "A vida de Adão e Eva". Conta a vida de Adão, Eva e Sete e narra acontecimentos antes da morte de Adão. No decorrer da narrativa, Adão, então moribundo, solicita a Eva que conte a história da queda a seus filhos e netos. Ela toma a palavra e conta sua versão da história, utilizando frases do texto canônico, mas expandindo-o e mostrando outra perspectiva. O texto parece proveniente do meio cristão, como se observa pela referência a temas desta corrente religiosa. Contudo, parece sensato considerar que se baseie em um original semita mais antigo1 .

Embora a palavra Apocalipse tenha tido seu sentido original deturpado ao longo dos séculos, em sua origem significa "revelação" e não "fim dos tempos", o Apocalipse de Moisés relata a vida de Adão e Eva até morte de Adão, quando este é levado ao paraíso por quatro arcanjos: Miguel, Gabriel, Uriel, e Raphael, em analogia ao quatro cavaleiros do apocalipse conhecidos, no entanto, neste livro apócrifo não ocorre o fim do mundo1 ; porque está escrito que a terra permanece para sempre ( Ec 1, 4 ).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências