Arava

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wadi Moussa no vale do Aravá
Vilarejo na estrada Aqaba - Amman (Vale do Aravá
Montanhas coloridas no vale do Aravá
Wadi Aravah Sunset Israel Jordan.jpg

Aravá ou Arabah (hebraico: הָעֲרָבָה, lit "área desolada e seca"[1] ; árabe: وادي عربة, Wadi Arabá), é uma seção do Vale do Rift, entre o Mar Morto ao norte e o Golfo de Aqaba ao sul. Ele inclui a maior parte da fronteira entre Israel ao oeste e Jordânia ao leste.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O trecho é 166 km (103 milhas) de comprimento desde o Golfo de Aqaba até a costa sul do Mar Morto. Topograficamente, a região é dividida em três seções. Desde o Golfo de Aqaba para o norte, a terra sobe gradualmente até uma distância de 77 km (48 milhas), e atinge uma altura de 230 m (750 pés) acima do nível do mar, que representa a divisão de bacias hidrográficas entre o Mar Morto e o Mar Vermelho. A partir desta crista, a terra desce suavemente em direção ao norte ao longo dos próximos 74 km (46 mi) para um ponto a 15 km (9,3 milhas) ao sul do Mar Morto. Na última seção, o Aravá cai abruptamente para o Mar Morto, que é 417 m (1.368 pés) abaixo do nível do mar, é o ponto mais baixo da terra.

A planície do sul é muito quente e seca e praticamente sem chuva e, conseqüentemente, é pouco povoada. O distrito administrativo da Jordânia de Wadi Araba é relatado ter uma população de 6775, com 96.000 adicionais em Aqaba.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Nos tempos bíblicos o espaço era um centro de produção de cobre; o rei Salomão, aparentemente, tinha minas aqui. O leste da Arabá era o domínio do nabateus, os construtores da cidade de Petra.

O Tratado de Paz Israel-Jordânia foi assinado no Aravá em 26 de outubro de 1994. Os governos da Jordânia e Israel estão agora a promover o desenvolvimento da região. Há um plano para trazer água do mar a partir do Mar Vermelho ao Mar Morto através de um canal, que segue ao longo da planície.

História natural[editar | editar código-fonte]

A planície é muito cênica, com falésias coloridas. Israel Timna Valley Park é notável por suas gravuras rupestres pré-históricas, algumas das mais antigas minas de cobre do mundo e um precipício complicado chamado pilares do Rei Salomão. No lado da Jordânia é o Wadi Rum que é famoso, entre os escaladores, caminhantes, campistas e amantes do ar livre. Outro Wadi conhecido internacionalmente é o Wadi Moussa onde está situada a cidade de Petra.

Existem inúmeras espécies de flora e fauna do vale do Arava.[3]

Localidades da Jordânia[editar | editar código-fonte]

Abaixo está uma lista dos aglomerados populacionais da Jordânia em Wadi Aravá:

A população total da porção Jordaniana da região é 103.000, dos quais 96.000 vivem em Aqaba

Localidades israelenses[editar | editar código-fonte]

Abaixo está uma lista de localidades israelenses no Aravá, de norte a sul (excluindo Eilat que é realmente na extremidade sul).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. "עֲרָבָה". (em Hebrew) אנציקלופדיה מפה 6. (2000). Tel Aviv: Mapa. 107–110. “השם קדום (דברים א 1 ועוד) ומשמעו אזור שומם ויבש” 
  2. Jordan Department of Statistics. 2004
  3. Henry Chichester Hart. 1891

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Arabah».


Ícone de esboço Este artigo sobre Israel é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.