Austin Motor Company

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde maio de 2014). Ajude e colabore com a tradução.
Embelma da Austin Motor Company.

Formalmente The Austin Motor Company Limited foi uma empresa inglêsa, fabricante de veículos à motor. Fundada por Herbert Austin em 1905, o controle da empresa foi dividido com a Morris Motors Limited em 1952 numa nova "companhia holding" chamada The British Motor Corporation Limited, na qual, tanto a Austin quanto a Morris, mantiveram suas próprias identidades.

A marca Austin foi usada até 1987, e está hoje em posse da Shanghai Automotive Industry Corporation (SAIC) depois de transferida de uma subsidiária falida, a Nanjing Automotive que a havia adquirido juntamente com o MG Rover Group em julho de 2005.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Um Austin de competição de 1908.
Sixteen Westminster saloon, 1932.

Depois de algumas experiências incipientes e a fabricação de três automóveis entre 1895 e 1899.[1] Em 1901, Herbert Austin começou a desenvolver um trabalho mais profissional. Em 1905, com o suporte dos irmãos Vickers, e financiamento de Harvey du Cros,[1] ele adquiriu em novembro, as instalações de uma gráfica fora de uso na pequena vila de Longbridge em Worcestershire. No mês seguinte a The Austin Motor Company Limited foi incorporada. Em abril de 1906, um grande número ed motoristas se didigiu à Longbridge para conhecer o novo carro da Austin, um modelo convencional de quatro cilindros em duas versões: 15/20 hp[2] por £500 e 25/30 hp por £650. O único concessionário para venda do veículo era Mr Harvey Du Cros junior.[3]

Os carros da Austin, eram luxuosos. A lista de clientes incluía: Gran Duques russos, Princesas, Bispos, altos oficiais do governo espanhol e uma longa lista de membros da nobreza britânica.[2] Em fevereiro de 1914, a Austin já fabricava muitos modelos entre: turismo, limusines e cupês com motores de 15, 20, 30 e 60 hp. Ambulâncias e veículos comerciais também estavam disponíveis.[2] A Austin se tornou uma empresa de capital aberto em 1914, e o capital passou para £650.000. Na época a sua produção a colocava na quinta posição do ranking britânico.

A Austin Motor Co. cresceu enormemente durante a Primeira Guerra Mundial, atendendo contratos do governo para aviões, blindagens, armas pesadas e conjuntos geradores, além de 1.600 caminhões de três toneladas, a maior parte deles enviada para a Rússia.[4] O número de empregados cresceu de cerca de 2.500 para 22.000. O sucesso continuou no período entre Guerras (1919–1939). Durante a Segunda Guerra, a Austin continuou a construir carros, mas também caminhões e aviões incluindo os bombardeiros Lancaster. Algumas mudanças e evoluções técnicas no setor automobilístico durante a década de 60 começaram a afetar os negócios. Na década de 70 as coisas começaram a caminhar mal, e na década de 80 a marca praticamente desapareceu.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Carros[editar | editar código-fonte]

Sixteen Carlton 7-lugares, 1934.
Eighteen Norfolk, 1938
1946 12 (1465cc).
Um Austin K2 ambulância.
Um Austin FX4.

Veículos militares[editar | editar código-fonte]

Taxis de Londres[editar | editar código-fonte]

Ambulâncias[editar | editar código-fonte]

Veículos comerciais[editar | editar código-fonte]

Light van ~1964.
  • A Austin também fabricou veículos comerciais, um dos quais o FG, sucessor do Morris FG. O FG foi o produto mais importante para manter a Grã Bretanha funcionando durante a década de 60. Esses Austin FG, e mais tarde os Leyland FG, tinham motores à gasolina e à diesel de bom torque mas baixa performance em termos de velocidade: 65 km/h era o melhor que eles conseguiam. A Leyland estava prestes a assumir a produção dos FG, mas antes que ela o fizesse, em 1964, a BBC (British Broadcasting Corporation) encomendou seis exemplares em forma de ônibus à uma empresa de Middlesex, a Palmer Coachbuilders. Esses seis veículos serviram para filmagens externas.

Aviões[editar | editar código-fonte]

O caça Austin-Ball A.F.B.1, ~1917.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a Austin construiu aviões sob licença, incluindo o Royal Aircraft Factory S.E.5a, mas também produziu alguns modelos de desenho próprio. Nenhum deles passou da fase de protótipo. Eles incluíam:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Roy Church, ‘Austin, Herbert, Baron Austin (1866–1941)’, Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, 2004
  2. a b c The Austin Motor Company (1914) Limited. The Times, Monday, 9 February 1914; p. 13; Issue 40442.
  3. Automobile Notes. The Times, Tuesday, 1 May 1906; p. 6; Issue 38008
  4. The Times, Saturday, August 26, 1995; pg. 3[S1]; Issue 65356.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Sharratt, Barney. Men and Motors of "The Austin": The Intriguing Inside Story. [S.l.]: Haynes Group, 2000. ISBN 1-85960-671-7
  • Cusumano, Michael A.. The Japanese Automobile Industry. [S.l.]: Harvard University Press, 1985. ISBN 0-674-47255-1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Austin Motor Company