Bethlem Royal Hospital

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Bethlem Royal Hospital of London (Santa Maria de Belém) é o hospital psiquiátrico mais antigo do mundo.

Bethlem Royal Hospital of London

História[editar | editar código-fonte]

Bethlem faz parte de Londres desde 1247, inicialmente como priorado para freiras da Ordem da Estrela de Belém. Em 1330 é mencionado como hospital e em 1377 passou a admitir doentes mentais, embora em 1403 contasse apenas com 9 pacientes. As condições eram consideradas ruins e o cuidado com os doentes principalmente restritivo. Pacientes violentos ou perigosos eram acorrentados ao chão ou às paredes. A alguns era permitido sair do hospital e mendigar. Era um hospital real, mas controlado pela Cidade de Londres após 1557.

Cena do Bethlem Royal Hospital William Hogarth

O Hospital ficou famoso pela forma brutal como tratava os doentes mentais. No século XVIII, as pessoas costumavam ir ao hospital para ver os "lunáticos". Por um "penny" poderiam olhar dentro das celas, rir dos "espetáculos", geralmente de natureza sexual ou lutas violentas. A entrada era gratuita na primeira terça-feira de cada mês. Aos visitantes era permitido trazer longos pedaços de pau para cutucar ou irritar os doentes. Em 1814 ocorreram 96.000 visitas deste gênero.

Os lunáticos foram chamados pacientes pela primeira vez em 1700 e enfermarias "para curáveis" ou "incuráveis" foram abertas em 1725-34.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Hoje o Bethlem Royal Hospital faz parte do sul de Londres e oferece serviços em saúde mental e abuso de substâncias.

Ícone de esboço Este artigo sobre Psiquiatria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.