Bokeh

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bokeh em uma foto tirada com lente 85mm e abertura equivalente a f/1.2.
Bokeh em uma foto tirada com lente 200mm e abertura equivalente a f/2.8.

Bokeh (do Japonês boke ぼけ, "blur") é um termo usado na Fotografia referente às áreas fora de foco e distorcidas, produzidas por lentes fotográficas.[1] Diferentes bokehs de lentes produzem efeitos estéticos separados em fundos desfocados, os quais são freqüentemente utilizados para reduzir distrações e enfatizar o assunto primário.

Origem[editar | editar código-fonte]

Mike Johnston, editor oficial da revista Photo Techniques, alega ter cunhado a pronúncia bokeh para sugerir a forma correta de dizer para falantes da língua inglesa,[2] substituindo a antiga pronúncia boke que deriva diretamente da palavra japonesa para "flocoso" e está em uso desde pelo menos 1996.[3]

O termo bokeh aparece em livros de fotografia no mínimo desde 2000.[4]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Apesar da dificuldade em medir, algumas lentes aprimoram a qualidade final de imagem ao produzir, subjetivamente, mais convenientes áreas desfocadas, conhecidas como bokeh. O Bokeh é especialmente importante para lentes de grande abertura, lentes para macro, e longas teleobjetivas, pois estas são tipicamente usadas com uma pequena Profundidade de campo. Bokeh é também importante para "lentes de retrato" (tipicamente teleobjetivas medianas, de 85 a 150 mm em equivalência a 35mm) porque o fotógrafo normalmente selecionaria uma curta profundidade de campo de foco (larga abertura) para desfocar o fundo e salientar o assunto principal.

As características de Bokeh podem ser quantificadas ao examinar os Círculos de confusão da imagem. Em áreas fora de foco, cada ponto de luz torna-se um disco. Dependendo de como uma lente tem sua Aberração esférica, o disco pode ser iluminado uniformemente, mais claro próximo à borda, ou mais claro perto do centro. Lentes que são pobremente aperfeiçoadas nesse aspecto mostrarão um tipo de disco nas áreas desfocadas no plano do foco, e outro nas áreas que se encontram atrás. Isso pode ser, na verdade, desejável, devido ao fato de círculos que são menos iluminados próximo à sua delimitação.

Fabricantes de lentes incluindo Nikon e Minolta fazem lentes designadas com controles específicos para gerir áreas desfocadas. Dentre estas, estão incluídas: Nikkor 105mm f/2, Nikkor 135mm f/2, a antiga Minolta MD Rokkor 85mm f/2.8 de foco variável e automático.

Ausência de bokeh.
Falso bokeh.

Acredita-se que a qualidade de boke é influenciada diretamente pela formatação da abertura. Quando uma lente é configurada em posição diferente da sua máxima abertura, pontos desfocados estarão embaçados na forma poligonal da abertura ao invés de círculos perfeitos.

Entretanto, isto é apenas visível quando uma lente produz os indesejáveis limites agudos de bokeh. Algumas lentes possuem lâminas de abertura com bordas curvadas para fazer com que a abertura aproxime-se mais de um círculo do que de um polígono. Designers de lentes podem também aumentar o número de lâminas para obterem o mesmo feito. As Canon EF de 85mm e f/1.2L - utilizadas freqüentemente para retratos - são um exemplo de abertura quase circular.

Bokeh pode ser aproximado por Software, selecionando-se áreas a ser desfocadas, porém os resultados nem sempre são satisfatórios.

A outra característica de uma lente que a faz produzir convenientes bokehs é complexa. Alguns desenvolvimentos de lentes são conhecidos por gerar um certo efeito de bokeh, mas a maioria dos fotógrafos não entendem completamente como o design das lentes influencia o bokeh; ela mal repara em resultados que a apraz.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. Dictionary of Photography and Digital Imaging: The Essential reference for the Modern Photographer. Tom Ang. Watson-Guptill. isbn = 0817437895. 2002. http://books.google.com/books?id=fu3akyrFZEMC&pg=PA45&ots=7Lz2nPD45H&dq=bokeh+focus&sig=ujPC1GSlFHGO3ysHLY8oy-r2ILY
  2. Johnston, Mike (2004) The Sunday Morning Photographer, 4 de Abril de 2004: Bokeh in Pictures. The Luminous Landscape. Visitado em November 19, 2005.
  3. Merklinger, Harold (1996)Understanding Boke. The Luminous Landscape. Retrieved on November 19, 2005.
  4. Hollywood Portraits: Classic Shots and how to Take Them. Christopher Nisperos, Roger Hicks. Amphoto Books. isbn = 0817440208. 2000. http://books.google.com/books?id=7GfsKp7StwcC&pg=PA132&ots=zdQ3XuVCMa&dq=bokeh+focus&sig=5Md_vFU5XPw5XBye-CiLm65Y47Q


Portal A Wikipédia possui o portal: