Boneca de pano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Boneca de pano

Boneca de pano é uma forma simples e rudimentar de boneca, em que as partes do corpo são confeccionadas em tecido, podendo o enchimento ser feito em diversos materiais, que vão desde a palha, chumaços de algodão, maravalha, etc. As bonecas, até 1930, eram confeccionadas de pano, seus "criadores" eram costureiras e artesãos.1

As bonecas de pano podem ter utilidade: em alguns casos, são assim confeccionadas para que sejam espetados alfinetes e agulhas, para que não se percam, nos cestos de costura.

Na música[editar | editar código-fonte]

O compositor brasileiro Assis Valente escreveu o samba-canção intitulado "Boneca de Pano", onde em sua letra diz:

"O tempo foi se passando
E ela se desmanchando
E hoje quem olha pra ela não diz quem é
Em vez de boneca de louça
Hoje é boneca de pano
De um sombrio cabaré"

Na literatura[editar | editar código-fonte]

Duas bonecas ficaram famosas, na literatura infantil:

  • Emília, uma boneca com tamanha personalidade, criada pelo escritor Monteiro Lobato, que de coadjuvante passou a personagem principal em muitos de seus livros.2
  • A "Boneca de Retalhos" de Oz - o mundo mágico criado pelo norte-americano L. Frank Baum - uma boneca usada para se espetar alfinetes e agulhas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Boneca de pano

Referências

  1. A História dos Brinquedos Arco do Velho!
  2. Personagens do Sítio Literatura Infantil.