Burrinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaBurrinho
Epicauta pennsylvanica

Epicauta pennsylvanica
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Coleoptera
Subordem: Polyphaga
Família: Meloidae
Género: Epicauta
Espécies
Cerca de 2500

Em entomologia, o termo burrinho é a designação comum a diversas espécies de besouros do gênero Epicauta e da família dos meloídeos. Possuem corpo afilado, bem distribuídos no Brasil em plantações de batata, tomateiro e outras solanáceas. Expelem um líquido amarelo que causa bolhas ao contato com a pele. A forma adulta é destruidora de folhagem, enquanto as larvas se alimentam de ovos de outros insetos. Também são conhecidos pelos nomes de caga-fogo, caga-pimenta, cantárida, papa-pimenta, pimenta, potó, potó-grande, potó-pimenta e vaquinha.

Algumas espécies[editar | editar código-fonte]

  • Epicauta atomaria: besouros de élitros cinzentos com pontos negros, registrado no Brasil oriental e central como praga de diversas plantas cultivadas da família das solanáceas. Também chamados de burrinho-das-solanáceas, vaquinha-azul-da-batatinha, vaquinha-da-batatinha.
  • Epicauta excavata: besouros de élitros escuros com listras longitudinais amareladas, registrado no Sudeste e Sul do Brasil, como praga, esp. do tomateiro, fumo, batatinha e pimentão. Também chamados de burrinho-zebrado.
  • Epicauta adspersa: besouros registrados no Sul do Brasil, como praga da batatinha, batata-doce, fumo, pimentão, beringela e beterraba. Sua secreção cáustica contém 25% de cantaridina. Também chamados de burrinho-da-batatinha e cantárida-do-brasil.
Ícone de esboço Este artigo sobre coleópteros, integrado no Projeto Artrópodes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.