Cantigas de escárnio e maldizer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As cantigas de escárnio e maldizer constituem um gênero de poesia da Idade Média. Fazem parte do período literário chamado Trovadorismo, que em Portugal encontrou expressão por volta de 400 a.C. Foram escritas, assim como todos os textos populares da época, em galego-português.

A principal característica dessas cantigas é a crítica ou sátira dirigida a uma pessoa real, que era alguém próximo ou do mesmo círculo social do trovador. Apresentam grande interesse histórico, pois são verdadeiros relatos dos costumes e vícios, principalmente da corte, mas também dos próprios jograis e trovadores.

Cantiga de escárnio e cantiga de maldizer[editar | editar código-fonte]

A anônima Arte de Trovar que abre um dos cancioneiros medievais (o Cancioneiro da Biblioteca Nacional), diferencia as cantigas de escárnio das de maldizer:o


Cantigas d´escarneo som aquelas que os trobadores fazem querendo dizer mal d´alguém em elas, e dizem-lho per palavras cubertas que hajam dous entendimentos pera lhe-lo nom entenderem... ligeiramente; e estas palavras chamam os clérigos hequivocatio

Cantigas de maldizer som aquelas que fazem os trobadores [...] descubertamente; e em elas entram palavras que querem dizer mal e nom [devem] haver outro entendimento senom aquele que querem dizer chãamente

Em resumo, nas cantigas de escárnio há duplos sentidos (equívoco) e alusões indiretas, enquanto que nas de maldizer a crítica é clara e as alusões são explícitas. Atualmente os estudiosos da lírica medieval galego-portuguesa costumam estudá-las conjuntamente.

Tematicamente, as mais de 450 cantigas de escárnio e maldizer que chegaram até nós abarcam um vastíssimo leque de motivos, personagens e acontecimentos, em áreas que vão dos comportamentos quotidianos (sexuais, morais) aos comportamentos políticos, devendo muitas delas ser entendidas como armas de combate entre os vários grupos e interesses sociais e políticos em presença. A sátira literária, nomeadamente a crítica às trovas alheias, é também uma área em destaque nestas cantigas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.