Captura e armazenamento de gás carbônico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Carbon capture and storage. Ajude e colabore com a tradução.
Esquema representando o sequestro de carbono numa formação geológica subterrânea, a partir de uma central de carvão vegetal. Podemos ver na imagem que em vez de todo o CO2 dirigir-se para a atmosfera, parte é armazenada nessa formação subterrânea.

Captura e armazenamento de CO2 (ou CCS, da expressão em inglês Carbon capture and storage), refere-se a uma tecnologia que tenta travar a emissão de grandes quantidades de dióxido de carbono para a atmosfera, a partir de combustíveis fósseis em centrais eléctricas e outras indústrias. O principal objectivo desta nova tecnologia prende-se com o facto de esta tentar capturar e armazenar esse CO2 em formações geológicas debaixo de terra, garantindo dessa forma um armazenamento mais eficaz desse gás de efeito estufa, sem consequências nocivas para o meio ambiente.

Ícone de esboço Este artigo sobre ecologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.