Caracteres sexuais secundários

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Casal de aves
Casal de Gouramis
Casal de Blackbucks
Casal de aranhas

Caracteres sexuais secundários são diferenciações que podem ocorrer concomitantes ao nascimento ou ao longo do desenvolvimento de organismos superiores sexuados.

Nos seres humanos são distintos e não paralelos entre o homem e a mulher:

  • Nos homens, a presença de massa muscular, ombros largos (tórax e espáduas), pêlos no corpo e no rosto, mandíbular grandes, voz grave, pomo-de-adão, acne, são exemplos de caracteres sexuais secundários humanos.
  • Nas mulheres, o crescimento dos seios, presença de pêlos pubianos e axilares, alargamento da bacia, menstruação, acne, acúmulo de tecido adiposo, são exemplos de caracteres sexuais femininos humanos.

Em outras espécies, surgem diferenças mais marcantes, como as cores, desproporção entre macho e fêmea e diversos comportamentos gerados (inclusive em humanos) por determinação genética e equilíbrio hormonal.

Na natureza em geral, o macho é mais colorido e maior que a fêmea, em se tratando de mamíferos, aves e peixes. No caso dos aracnídeos, as fêmeas são sempre maiores.

Algumas espécies são mutantes e apresentam possibilidade de transição do macho para fêmea e vice versa, dependendo de vários fatores como por exemplo, desequilíbrio populacional entre os dois sexos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sexo ou sexualidade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.