Charles Robert Cockerell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Charles Robert Cockerell
Charles Robert Cockerell
Nome completo Charles Robert Cockerell
Nascimento 28 de abril de 1788
Londres,  Inglaterra
Morte 17 de setembro de 1863 (75 anos)
Londres,  Inglaterra
Nacionalidade inglesa
Ocupação arquiteto, arqueólogo e escritor
Fachada do Fitzwilliam Museum.

Charles Robert Cockerell (Londres, 28 de abril de 178817 de setembro de 1863) foi um arquiteto, arqueólogo e escritor inglês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Desde jovem aprendeu a prática arquitetônica de seu pai, Samuel Pepys Cockerell. Um de seus primeiros trabalhos foi auxiliar Robert Smirke na reconstrução do Covent Garden Theatre (precursor do atual Royal Opera House). Montou seu próprio escritório em 1817, sendo relativamente próspero, ganhando sua primeira Royal Gold Medal em arquitetura no ano de 1848, sendo eleito presidente do Royal Institute of British Architects em 1860.

Como arqueólogo, Cockerell é lembrado por descobrir as ruínas do Templo de Apolo Epicuro em Bassae, próximo a Phigalia, que presentemente encontra-se no Museu Britânico. Foram incluídas réplicas dos restos do friso na biblioteca do Travellers Club, do qual Cockerell foi um sócio-fundador em 1819.

Com Jacques Ignace Hittorff e Thomas Leverton Donaldson, Cockerell foi ainda membro do comitê formado em 1836 para determinar se os mármores de Elgin e outros elementos da estatuária grega do Museu Britânico tinham sido originalmente coloridas.

Principais construções[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.