Chester Himes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Chester Bomar Himes (Jefferson City, Missouri, Estados Unidos da América, 29 de Julho de 1909Moraira, município de Teulada, província de Alicante, Espanha, 12 de Novembro de 1984) foi um escritor norte-americano, sendo um afro-americano.

Ficou conhecido sobretudo pelas suas novelas policiais, tendo produzido obras de outros géneros literários.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de uma família classe média, Chester cresceu no Missouri e Ohio. Os seus pais foram Joseph Sandy Himes e Estelle Bomar Himes. Estudou no instituto de Cleveland (Ohio) e na Universidade de Columbus, de onde foi expulso em 1926 depois da sua detenção por participar num roubo. Chester começou a envolver-se em ambientes delituosos e do jogo. Conseguiu evitar o cárcere, mas dois anos depois, ingressou na prisão por roubo à mão armada, tendo sido condenado a uma pena de vinte anos de cadeia. Durante a sua estadia na prisão começou a escrever relatos curtos e a publicá-los em revistas. O primeiro desses relatos surgiu em 1934.

Posto em liberdade em 1935, desempenhou várias profissões até que em 1945 publica sua primeira novela If He Hollers Let Him Go! ), que obteve grande sucesso e que permitiu que se dedicasse a partir de então à literatura.

Em 1953, seguindo o exemplo de outros escritores norte-americanos, como Ernest Hemingway, Himes a passar largas temporadas em França, onde se converteu num escritor popular, até que em 1956, cansado do racismo do seu país natal, se instalou permanentemente em Paris, tendo aliás o mesmo sucedido com outros escritores afro-americanos, como Richard Wright e James Baldwin.

Nest época começou uma série de novelas de género negro policial que protagonizam os detectives de Harlem: ("Caixão" Ed Johnson e o Coveiro Jones), que o tornariam mundialmente famoso e o colocava no mesmo nível de escritores reconhecidos como Dashiell Hammett ou Raymond Chandler.

Em 1969, Himes passou a viver em Moraira, localidade do município de Teulada, província de Alicante, Espanha, onde faleceu em 1984.

Obra[editar | editar código-fonte]

Se bem que as novelas e relatos de Himes pertençam a vários géneros, em especial os policiais e de denúncia política, todas têm em comum o tratamento do problema racial nos Estados Unidos da América.

Chester Himes escreve sobre os afro-americanos, em especial em dois livros que tratam das relações laborais e os logros a que são sujeitos os negros americanos: A obra If He Hollers Let Him Go que contém elementos autobiográficos, apresenta a luta contra o racismo em Los Angeles, durante a Segunda Guerra Mundial, de um trabalhador dos estaleiros. A obra The Lonely Crusade é uma obra maior com uma temática similar. O livro Cast the First Stone baseia-se na sua prisão e foi a sua primeira novela, mas foi publicada com dez anos de atraso, talvez ao tratamento positivo que Himes faz em relação ao tema da homossexualidade.

A série mais popular de Himes foi a que apresenta os detetives Coffin Ed Johnson (o Ed Caixão) e Gravedigger Jones o (Jones Coveiro) da polícia de Nova Iorque, que prestam serviço em Harlem. As narrações desenvolvem-se num tom sarcástico e com uma visão fatalista da vida nas ruas daquele bairro negro. Os títulos mais conhecidos da série são For Love of Imabelle, All Shot Up, The Big Gold , The Heat's On, "Cotton Comes to Harlem" , e "Blind Man With A Pistol". Todos estes livros foram escritos entre 1957 e 1969. For Love of Imabelle foi transformado em filme sob o título A Rage in Harlem, em 1991.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. If He Hollers Let Him Go, 1945
  2. The Lonely Crusade , 1947
  3. Cast the First Stone, 1953
  4. The Third Generation, 1954
  5. The End of a Primitive, 1955
  6. For Love of Imabelle (tradução brasileira A Maldição do Dinheiro), 1957
  7. The Real Cool Killers (tradução brasileira Um Jeito Tranquilo de Matar), 1959
  8. The Crazy Kill (tradução brasileira A Louca Matança), 1959
  9. The Big Gold Dream , 1960
  10. All Shot up (tradução brasileira A Noite dos Assassinos), 1960
  11. Run Man Run , 1960
  12. Pinktoes, 1961
  13. The Heat's on (tradução portuguesa Cidade escaldante), 1966
  14. Cotton Comes to Harlem, 1965
  15. Blind Man with a Pistol (tradução brasileira O Harlem é Escuro), 1969
  16. The Quality of Hurt, 1972
  17. Black on Black , 1973
  18. My Life of Absurdity, 1976
  19. A Case of Rape, 1980
  20. The Collected Stories of Chester Himes, 1990
  21. Plan B, 1993
  22. Yesterday Will Make You Cry , 1998

Ligações externas[editar | editar código-fonte]