Claudete Joubert

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Claudete Joubert
Nascimento 1951 (63 anos)
Florínea, SP
Nacionalidade  brasileira
Ocupação atriz
IMDb: (inglês)

Claudete Joubert (Florínea, 1951[1] ) é uma atriz brasileira, uma das musas da pornochanchada e do "cinema pancadaria".[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nos anos 1970, depois de se mudar para São Paulo, começou a trabalhar como modelo. Descoberta por Fauzi Mansur, estreou no sucesso Sinal Vermelho - As Fêmeas, contracenando com a ex-miss Brasil Vera Fischer.

Foi nessa época que conheceu o cineasta Tony Vieira, com quem se casaria e de cujos filmes seria a protagonista absoluta, começando com Gringo, o Último Matador. Assim a Enciclopédia do Cinema Brasileiro definiu sua personalidade no início da carreira:

Cquote1.svg [...] nesse período forja sua imagem de ninfeta ingênua e decidida, espécie de Eliana[nota 1] erótica. Cquote2.svg

[1]

No final da década de 70, separou-se de Tony Vieira e começou a trabalhar com outros diretores, tornando-se a grande estrela e garantindo bilheteria[1] para filmes como Sob o Domínio do Sexo'’ e O Inseto do Amor, de Fauzi Mansur.

Foi dirigida também por Ozualdo Candeias em As Belas da Billings e por Affonso Brazza, seu futuro marido e antigo colaborador de Tony Vieira.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Alusão a Eliana (apresentadora), que começou ainda adolescente a cantar e apresentar programas infantis.

Referências

  1. a b c d Claudette Joubert. Mulheres do Cinema Brasileiro. Página visitada em 9/11/2011.
Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.