Codex Regius (Novo Testamento)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuscritos do Novo Testamento
PapirosUnciaisMinúsculosLecionários
Uncial 019
Fim de Marca

Fim de Marca
Nome Regius
Sinal Le
Texto Evangelhos
Data século 8
Escrito grego
Achado 1673
Agora está Biblioteca Nacional da França
Tamanho 23.5 x 17 cm
Tipo Texto-tipo Alexandrino
Categoria II


Codex Regius designado Le ou 019 (Gregory-Aland), ε 56 (von Soden), é um manuscrito uncial grego dos quatro evangelho, datado pela paleografia para o século 9.[1] O manuscrito é lacunose.

Descoberta[editar | editar código-fonte]

Contem 257 fólios dos quatro Evangelhos (23.5 x 17 cm). Escrito em duas colunas por página, em 25 linhas por página.[1] Lacuna in Mateus 4,22-5,14; 28,17-20; Marcos 10,16-30; 15,2-20; João 21,15-25.[2]

O texto grego desse codex é um representante do Texto-tipo Alexandrino. Aland colocou-o entre a Categoria II.[1]

Actualmente acha-se no Biblioteca Nacional da França (Gr. 62).[1]

João 12,13-14 (facsimile)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Kurt Aland e Barbara Aland, The Text of the New Testament: An Introduction To The Critical Editions and to the Theory and Practice of Modern Textual Criticism, Grand Rapids, Michigan, 1995, p. 113.
  2. C. R. Gregory, "Textkritik des Neuen Testaments", Leipzig 1900, vol. 1, p. 55.

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Constantin von Tischendorf, Monumenta sacra inedita (Leipzig 1846), pp. 15–24.
  • Henri Omont, Facsimilés des plus anciens manuscrits grecs de la Bibl. Nat. du IVe et XIIIe siecle (Paris 1892).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]