Comédia de terror

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Comédia de terror[1] [2] ou Comédia de horror é um gênero literário[3] e cinematográfico[4] [5] que combina elementos tanto da comédia quanto do terror.[6]

O conto "A Lenda do Cavaleiro Sem-Cabeça" de Washington Irving é citado como "a primeira grande comédia de terror", pois ela faz "o leitor rir em um momento e gritar no outro" e é baseada em acontecimentos que ocorrem geralmente durante o feriado de Halloween.[7]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Nos filmes desse gênero, o gallows humor é um elemento comum. As comédias de terror proporcionam sustos ao público, no entanto concedem algo que os filmes de terror não conseguem: "a permissão para rir de seus medos, assobiar diante do cemitério cinematográfico e se sentir seguro sabendo que os monstros não podem pegá-lo."[7]

Na era do cinema mudo, as inspirações para as comédias de terror vieram do teatro ao invés da literatura. Um exemplo disso é The Ghost Breaker (1914), baseado em uma peça de 1909, cujo os elementos de terror despertaram mais interessantes ao público do que os elementos de comédia. Nos Estados Unidos, após o trauma da Primeira Guerra Mundial, o público desejava ver filmes de terror, mas que também tivessem toques de humor. O "pioneiro" da comédia de terror foi One Exciting Night de D. W. Griffith, que percebeu o sucesso da peça do gênero e elaborou uma adaptação cinematográfica. Ao mesmo tempo que o filme incluía performances blackface, Griffith também usou cenas de um furacão causador de uma tempestade climática. Nos primeiros filmes, os vários gêneros não eram bem equilibrados com a comédia e o terror e apenas mais tarde esse equilíbrio foi conseguido, o que levou a abordagens mais sofisticadas.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. As cinco melhores comédias de terror de todos os tempos Galileu. Página visitada em 5 de março de 2013.
  2. Assista a trecho exclusivo da comédia de terror 'A Hora do Espanto' Terra Networks (7 de outubro de 2011). Página visitada em 5 de março de 2013.
  3. Causo, Roberto de Sousa. Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil: 1875 a 1950. [S.l.]: UFMG, 2003. p. 117. ISBN 978-8-570-41355-0
  4. Araujo, Inácio (1 de novembro de 2009). Comédia de horror evoca tradição de cinema popular que já não existe mais Folha.com. Página visitada em 5 de março de 2013.
  5. Filme 'Gremlins' pode ganhar remake Veja (17 de janeiro de 2013). Página visitada em 5 de março de 2013.
  6. Seger, Linda. El Arte de la Adaptación: Cómo Convertir Hechos y Ficciones en Películas. [S.l.]: Rialp, 1993. p. 209. ISBN 978-843-2-12976-6
  7. a b Hallenbeck 2009, p. 3
  8. Hallenbeck 2009, p. 5–7

Bibliografia[editar | editar código-fonte]