Dan Gillmor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde abril de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Dan Gillmor é um escritor e colunista norte-americano com grande engajamento quando o assunto é tecnologia. Ele é diretor do Knight Center for Digital Media Entrepreneurship da Walter Cronkite School of Journalism and Mass Communication da Universidade do Estado do Arizona e parceiro do Berkman Center for Internet & Society da UNiversidade de Harvard.

Gillmor também é autor de um famoso blog que aborda notícias sobre tecnologia e o setor de negócios tecnológicos do norte da Califórnia, criticando a rígida aplicação de direitos autorais, e comentando sobre política sob uma perspectiva liberal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Antes de se tornar jornalista, Gillmor trabalhou como músico por sete anos. Durante o ano acadêmico de 1986, Gillmor foi parceiro de jornalismo na Knight-Wallace na Universidade de Michigan em Ann Arbor, onde estudou História, Teoria Política e Economia.Trabalhou no Kansas City Times e em diversos jornais impressos em Vermont, além de seis anos de contribuição no Detroit Free Press.

De 1994 a 2005, foi colunista no San Jose Mercury News, jornal diário do Vale do Silício, período durante o qual se tornou cronista líder da "Bolha da Internet" e suas consequências. A partir de outubro de 1999, começou a escrever um blog para o Mercury News, que é tido como o primeiro de um jornalista para uma empresa tradicional. Deixou o Mercury News em janeiro de 2005 para dar início à empresa de jornalismo cidadão Bayosphere, com o objetivo de "tornar mais fácil para o público se comunicar e publicar na Internet". Lançado em maio de 2005, Bayosphere foi fechado em janeiro de 2006.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.