Desenganador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um desenganador é um cético engajado no combate a charlatões e idéias que, na sua visão, são falsas e não-científicas. Alguns dos mais famosos são: James Randi, Padre Quevedo, Basava Premanand, Penn e Teller e Harry Houdini. Muitos desenganadores se tornam controversos, pois costumam exprimir opiniões contundentes e tendem a comentar sobre assuntos que possuem o potencial de ofender valores pessoais, como religião e crenças em geral.[1] [2] [3] [4] [5]

Críticos dos desenganadores dizem que suas conclusões estão cheias de interesse próprio e que são cruzados e crentes [6] [7] com uma necessidade de certeza e estabilidade. Entretanto, alguns desses críticos os evitam quando chamados por eles a comprovar cientificamente suas teorias e alegações.[8]

David J. Hufford, da Universidade da Pennsylvania, após ler e avaliar os trabalhos de vários desenganadores, argumenta que é muito comum encontrar em boa parte deles uma série de falhas de método tais como apelos à autoridade, falácias, ataques pessoais e outros.[9]

A observação realizada por Carl Sagan, de que "A ausência de evidências não é evidência de ausência" colocaria em xeque o comportamento de desenganadores que consideram novas idéias e atividades como falsas até a prova em contrário, agindo como se o fato de as evidências ainda não terem sido encontradas significasse que elas nunca o seriam. Por outro lado, Sagan também teria observado que "alegações extraordinárias exigem evidências extraordinárias". Assim, do mesmo modo que argumenta-se que grandes avanços científicos da história foram inicialmente recebidos com grande ceticismo, em todos os casos estes avanços foram causados por teorias inovadoras baseadas em sólidas evidências que as suportavam.

Referências

  1. Randi, James Why I Deny Religion, How Silly and Fantastic It Is, and Why I'm a Dedicated and Vociferous Bright. [1]
  2. James, Randi The Faith Healers, Prometheus Books, 1989
  3. Shermer, Michael Why People Believe Weird Things: Pseudoscience, Superstition, and Other Confusions of Our Time Owl Books, 2002
  4. Randi, James Flim-Flam! Psychics, ESP, Unicorns, and Other Delusions Prometheus Books, 1982
  5. Taylor, Troy HOUDINI! Master Magician, Debunker & Psychic Investigator. [2]
  6. Zeilberger, Doron Be Skeptical of Skeptics and be Optimistic about Optimism [3]
  7. Brucker Annotated Skeptic's Annotated Bible
  8. One Million Dollar Paranormal Challenge
  9. Citado em Clark, Jerome, Unexplained! 347 Strange Sightings, Incredible Occurrences, and Puzzling Physical Phenomena; Detroit, Visible Ink Press; 1993, ISBN 0-8103-9436-7; page 117

Citações[editar | editar código-fonte]

"Alegações extraordinárias exigem prova extraordinária." - Carl Sagan em "O Cérebro de Broca".

"Ausência de evidência não é evidência de ausência." - Carl Sagan, em "O Mundo Assombrado por Demônios".

Ver também[editar | editar código-fonte]