Ducado da Cantábria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mapa dos limites do Ducado da Cantábria.

O Ducado da Cantábria (en cántabro Ducau de Cantabria) foi criado durante o reinado do rei visigodo Ervígio (680-687 d.C.), na tentativa de conseguir alguma autonomia e paz no norte da Península Ibérica.

História[editar | editar código-fonte]

O registo documental do nome data de 883, na crónica Albeldense ao tratar Afonso I dizendo: «iste Petri Cantabriae ducis filius fuit», i.e., junto à figura cita-se o título de Duque da Cantábria, o que atesta a existência do ducado, embora não existam registos acerca da extensão do mesmo; porém, segundo o historiador Maza Solano era aproximadamente o mesmo que o da Cantábria romana. A capital era Amaya, localizada no extremo sul do Ducado, na actual província de Burgos.

Lista de duques da Cantábria[editar | editar código-fonte]