Eficiência termodinâmica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na termodinâmica, a eficiência, simbolizada por (\eta) é definida matematicamente por:

\eta \equiv \frac{W}{Q}

onde

W é o valor absoluto do trabalho mecânico realizado por um ciclo termodinâmico;

Q é a quantidade de calor fornecido ao ciclo pelo reservatório de alta temperatura.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1824, o físico francês Sadi Carnot derivou a eficiência térmica para uma máquina térmica ideal como sendo uma função da temperatura de seus reservatórios frios e quentes:

 \eta \equiv \frac{T_H - T_C}{T_H}

onde

T_H é a temperatura do reservatório quente;

T_C é a temperatura do reservatório frio.


A equação demonstra que maiores níveis de eficiência são obtidos com um maior gradiente de temperatura entre os fluidos quentes e frios. Na prática, quanto mais quente o fluido, maior será a eficiência do motor.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Termodinâmica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.