Elias I do Maine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elias I do Maine
Retrato de Elias I do Maine, e Eudes II de Blois
Nome completo Elias I do Maine
Nascimento
França
Morte 11 de julho de 1110
França
Nacionalidade  França
Ocupação Foi conde de Maine entre 1093 e 1110.
Escudo do Brasão de Armas do Conde do Maine.

Elias I do Maine ou também de Elias Beaugency e Elias de La Flèche (? - 11 de julho de 1110) foi conde de Maine entre 1093 e 1110.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele veio de um ramo lateral da família dos senhores de Beaugency. Por seu pai João de Baugency[1] , falecido antes de 1097, herdou o controle do Castelo de La Flèche, localizado na vila de La Flèche, que era vassalo do Conde de Anjou. A mãe de Elias era Paula de Maine, filha do Conde de Herberto do Maine, de que tinha direito a dos territórios deste disputado município.

Em 1092, seu primo Hugh V do Maine vende-lhe os Territórios do Maine por 10.000 shillings. Com o apoio de Fulk IV de Anjou, Elias I do Maine, deu continuidade ao conflito existente com Roberto II da Normandia. Após a partida de Roberto com a Primeira Cruzada, Elias fez as pazes com Guilherme II de Inglaterra, regente de Roberto na Normandia.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de João de Baugency[1] , falecido antes de 1097 e de Paula do Maine.

Em 1090 Elias casa com Matilde de Château-du-Loir, filha de Gervais II Château-du-Loir (c. 1030 - c. 1095), Senhor do Château-du-Loir, de quem teve:

  1. Ermengarda do Maine (1069 - 1126), foi casada Fulque de Jerusalém[2] .

Em 1109, e segundo Orderico Vitalis (Ordericus), Elias casou com Inês de Poitou, filha de Guilherme VIII da Aquitânia, então já viúva de Afonso VI de Leão e Castela. Ela no entanto morreu no ano seguinte[3] She died the following year, however.[3] .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Detlev Schwennicke, Europäische Stammtafeln: Stammtafeln zur Geschichte der Europäischen Staaten, Neue Folge, Band III Teilband 4 (Verlag von J. A. Stargardt, Marburg, Germany, 1989), Tafel 692
  2. Orderico Vitalis, The Ecclesiastical History of England and Normandy,Trans. Thomas Forester, Volume II (Henry G. Bohn, London, 1854), p. 223
  3. a b Orderico Vitalis, The Ecclesiastical History of England and Normandy,Trans. Thomas Forester, Volume III (Henry G. Bohn, London, 1854), p. 276