Equilíbrio parcial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em economia, equilíbrio parcial é um tipo de equilíbrio económico onde o comportamento no mercado específico de algumas mercadorias é obtido independentemente dos preços e quantidades procurados e fornecidos noutros mercados. Por outras palavras, os preços de todos os bens substitutos e complementares, bem como os níveis de rendimento dos consumidores, são considerados constantes. Aqui o processo dinâmico é o do ajustamento dos preços até que a quantidade fornecida seja igual à demanda. É uma técnica simples mas poderosa, que permite estudar o equilíbrio, a eficiência e estatísticas comparativas. Esta hipótese simplificadora tornam os modelos consideravelmente mais tratávis, mas podem produzir resultados que, embora aparentemente precisos, podem não refletir efetivamente o mundo económico real.

História[editar | editar código-fonte]

Léon Walras foi o primeiro a formalizar a ideia de equilíbrio do sistema económico geral restrita a um período, mas foram o economista francês Antoine Augustin Cournot e o economista inglês Alfred Marshall quem desenvolveu modelos tratáveis para analisar um sistema económico.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.