Escífo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Triunfo do imperador Tibério. Escífo de prata com decoração repoussé final do século I a.C. - início do século I.

Um Escífo (em grego: σκύφος; transl.: Skyphos; plural skyphoi) é uma taça de vinho com duas alças sobre uma base rebaixada ou nenhuma. As alças podem ser horizontais em forma de orelha projetadas a partir do rebordo (em ambas as formas, coríntia e ateniense), ou podem ser em forma de laço que se colocam na borda ou sobressaem a base. Skyphoi do tipo chamado glaux (coruja) têm uma pequena alça horizontal e outra vertical.[1] Skyphoi foram também feitos de metais preciosos, geralmente folhas de prata e ouro. Um exemplo bem preservado é a Taça Warren, um escífo ovóide de prata, como descrito por John Pollini.[2] Um Escífo romano de vidro camafeu pode ser visto no Museu Getty.

Os primeiros skyphoi foram feitos durante o período geométrico. Corinto definiu as convenções que Atenas seguiu. Durante um longo período a forma permaneceu a mesma, enquanto o estilo de decoração alterou-se.[3]

Referências

  1. Briene 1998, p. 175
  2. Pollini, John. (Março 1999). "The Warren Cup: homoerotic love and symposial rhetoric in silver". The Art Bulletin LXXXI. Visitado em 01.05.2012.
  3. Skyphos (em inglês).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Briene, Christoph; Roald Docter. El Skyphos fenicio: La adaptacion de um vaso griego para beber1. [S.l.: s.n.], 1998.