Estêvão I de Borgonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Armas do Condado da Borgonha até ao século XIII
Um mapa do oeste da Anatólia, mostrando o caminho seguido por Estêvão I, levando à Batalha de Mervisan.

Estêvão I de Borgonha (106527 de Maio de 1102) também conhecido pela alcunha em francês "Tête Hardi", o "Cabeça Dura", foi conde da Borgonha na ausência do seu irmão Reinaldo III da Borgonha, Conde de Borgonha, e conde de Macon e conde de Viena.

Em 1097 o seu irmão, o conde Reinaldo II, Conde da Borgonha (? - 1097), confiou-lhe a regência do condado, sendo que com 32 anos, e por direito próprio da sucessão ele tornou-se, após a morte do seu irmão Reinaldo II, conde da Borgonha. O irmão morreu durante a Primeira Cruzada, que se estendeu de 1096 a 1099. Estêvão por sua vez partiu também em cruzada para a Terra Santa, onde morreu em 1102.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho do conde Guilherme I, Conde da Borgonha e de Etiennette de Borgonha, Condessa de Viena. sendo assim o irmão mais novo do conde Reinaldo II, Conde da Borgonha a quem sucedeu, e irmão do Papa Calisto II. Foi casado com a condessa Beatriz da Lourena, filha de Gerardo I da Lorena e de Heduvige de Namur, de quem teve:

  1. Reinaldo III da Borgonha, herdou do seu pai o condado da Borgonha e foi casado com Agathe de Lourena.
  2. Guilherme IV de Borgonha (1088 - 1157), conde de Mâcon, que casou com Poncette de Traves.
  3. Elisabeth da Borgonha, que casou com Hugues I de Blois, conde de Champagne.
  4. Marguerite da Borgonha casada com Guigues IV de Albon, conde de Albon.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Cruzada
  • Steven Runciman na sua obra a "A História das Cruzadas". - Cambridge University Press, 1951. - Volume 1: A Primeira Cruzada ea Fundação do Reino de Jerusalém.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • William B. Stevenson, "A Primeira Cruzada", cap. XX, vol. IV (A reforma da igreja e da luta entre papas e imperadores) da História do Mundo Medieval , 1999, p. 718-756.
  • Paul Fournier, "O reino de Borgonha ou de Arles do XI ao século XV", cap. XI, vol. VII (O Outono da Idade Média eo nascimento do mundo moderno) da História do Mundo Medieval , 1999, p. 383-410.