Estrume

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O estrume de origem animal é em geral uma mistura de fezes e material orgânico proveniente das camas utilizadas nos estábulos.

Estrume ou esterco são designações dadas ao material orgânico em avançado estado de decomposição utilizado como fertilizante e condicionador dos solos para melhoria das práticas agrícolas. Os estrumes contribuem para a fertilidade dos solos pela adição de matéria orgânica e de nutrientes para as plantas, tais como o azoto e o fósforo.


Ícone de esboço Este artigo sobre Agricultura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete estrume.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Estrume

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Anderson, S., and F. Ertug-Yaras.. (1998.). "Fuel fodder and faeces: an ethnographic and botanical study of dung fuel use in central Anatolia.". Environmental Archaeology 1: 99-109.
  • Charles, M. P.. (1998.). "Fodder from dung: the recognition and interpretation of dung derived plant material from archaeological sites". Environmental Archaeology 1: 111-122.
  • Fenton, Alexander (1985). "A fuel of necessity: animal manure". Alexander Fenton The Shape of the Past. Essays in Scottish Ethnology: 96-111, Edinburgh: John Donald. 
  • Miller, N. F.. (1984.). "The use of dung as fuel: an ethnographic example and an archaeological application". Paléorient 10: 71-79.
  • Winterhalder, B., R. Larsen, and R. B. Thomas.. (1974.). "Dung as an essential resource in a highland Peruvian community". Human Ecology 2: 89-104.