Ezzo da Lotaríngia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ezzo da Lotaríngia
Conde Palatino da Lotaríngia
Nome completo
Ezzo da Lotaríngia
Pai Hermano I da Lotaríngia
Mãe Heylwig de Dillingen
Nascimento c. 955
Morte 21 de março de 1034

Ezzo da Lotaríngia (c. 955 - 21 de março de 1034) por vezes também denominado como Ezzo de Erenfried foi Conde Palatino da Lotaríngia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A sua origem encontra-se na dinastia da Casa de Ezzonen. A sua proximidade á casa real poe-no como cunhado do imperador Otão III, sendo pai da rainha Richiza da Suábia também denominada Richeza da Polónia ou ainda Richeza de Lotaríngia, casada com o rei Miecislau II da Polónia[1] [2] . Alem desta filha, teve outros filhos nas linhagens reais da idade média. Foi ums das figuras mais importantes da História do Reno do seu tempo.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Hermano I da Lotaríngia (? - 996) e de Heylwig de Dillingen. Casou com Matilde da Alemanha (979 - 1025), filha do imperador Otão II e de Teofânia Escleraina, filha de Constantino Esclero e de Sofia Focaina, de quem teve:

  1. Ludolfo de Waldenburg (c. 1000 - 10 abril de 1031), Conde de Zutphen, herdeiro do senhorio de Waldenburg e casado com Matilde de Zütphen.
  2. Otão I da Suábia (? - 1047), Conde Palatino da Lotaríngia e mais tarde duque de Suábia como Otto II, casado com N de Egisheim.
  3. Hermano II de Colónia (995 - 11 de fevereiro de 1056), Arcebispo de Colónia.
  4. Teófano (? - 1056), abadessa de Essen e Gerresheim.
  5. Richiza da Suábia (c. 1000 - 21 de março de 1063), Rainha da Polónia, casada com o rei Miecislau II da Polónia[1] .
  6. Adelaide da Suábia (? - c. 1030), foi casada com Frederico de Goseck e mais tarde abadessa de Nivelles (Nijvel).
  7. Heylwig, abadessa de Neuss.
  8. Matilde da Lotaríngia, abadessa de Dietkirchen e Villich.
  9. Sofia da Lotaríngia, abadessa de Santa Maria[desambiguação necessária], Mogúncia.
  10. Ida da Lotaríngia (? - c. 1060), abadessa de Colónia e Abadia de Gandersheim (fundada em 852 por seu antepassado Liudolfo, duque da Saxónia).

Após a morte de sua esposa, Ezzo teve outro filho chamado Henrique (1055 - 1093), que foi abade de Gorze, com uma concubina.

Os dois primeiros filhos, foram assim destinadas a perpetuar a dinastia enquanto o terceiro, Hermano, foram preparados para entrar no clero. Das filhas só Richeza teve um casamento com destaque, dado que as outras foram colocadas em mosteiros, tendo em todos eles sido abadessas.

Referências

  1. a b Encyklopedia Powszechna PWN Warsaw 1975 vol. III p. 505
  2. Encyclopedia Britannica: Piast Dynasty (em inglês)