Flamingo-chileno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaFlamingo-chileno
Slimbridge.chilean.flamingo.arp.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 NT pt.svg
Quase ameaçada (IUCN 3.1)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Phoenicopteriformes
Família: Phoenicopteridae
Género: Phoenicopterus
Espécie: P. chilensis
Nome binomial
Phoenicopterus chilensis
(Molina, 1782)

Existem no mundo cinco espécies de flamingos, duas das quais ocorrem no Brasil: o flamingo-chileno (Phoenicopterus chilensis), que pode ser observado no sul do país, e o flamingo-americano (Phoenicopterus ruber), que nidifica no extremo norte do país, região do Cabo Orange, no Amapá.[1] Além dessas, o Flamingo-grande (Phoenicopterus ruber) foi introduzido comercialmente e é encontrado com relativa freqüência em parques e exposições.

Pode-se diferenciar as três espécies principalmente pelo tamanho e pela coloração. O flamingo-chileno é de menor porte e com tom de rosa mais claro, enquanto o flamingo-grande, considerado o maior das 5 espécies, é de cor rosa mais intensa. Já o flamingo-americano tem porte mediano e coloração vermelho-carmim.

Hábitos[editar | editar código-fonte]

São animais de hábitos migratórios, que podem voar aproximadamente 500 km por dia em busca de alimento e locais para nidificação. Vivem em grandes colônias que variam de 3 a 6.000 pares. Assim, reproduzem-se em grupos, botando apenas um ovo que nasce em média após 29 dias. Entre três a seis anos atingem a maturidade sexual e podem viver longos períodos tanto em vida livre (33 anos) como em cativeiro (44 anos).

Dieta[editar | editar código-fonte]

Os flamingos são aves filtradoras que vivem próximos à água de onde provém sua dieta, composta principalmente de vegetação e invertebrados aquáticos. Em grande parte desses invertebrados está presente uma substância chamada caroteno que confere ao animal a coloração rosada. Na falta dessa substância as penas tornam-se esbranquiçadas. Em cativeiro, busca-se criar uma dieta adaptada e que forneça todos os nutrientes necessários, já que a alimentação natural é de difícil obtenção.

Costuma-se, ainda, acrescentar um corante alimentício em pó chamado coloral, proveniente de semente de urucum, para que os flamingos de cativeiro mantenham suas cores naturais.

Distribuição geográfica Hábitat Hábitos alimentares Reprodução Vida em cativeiro
Sul da América do Sul Lagos e estuários. Invertebrado aquáticos e vegetais. Postura de um ovo com incubação de 27 a 31 dias. Aproximadamente 25 anos.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em inglês) Fichas de animais

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.