Golpe de estado na Síria de 1966

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Golpe de Estado na Síria de 1966 ocorreu em 23 de fevereiro e foi liderado por membros do neo-Partido Baath contra o primeiro regime baathista do país. Isso trouxe para o poder um governo mais radical na Síria. O golpe foi precipitado por uma intensificação na luta pelo poder entre a velha guarda do partido e as facções mais jovens. Em 21 de fevereiro, os defensores da velha guarda do exército ordenaram a transferência de seus rivais. Dois dias depois, o Comitê Militar, apoiando as facções mais jovens, lançou um golpe que envolveu combates sangrentos em Alepo, Damasco, Deir ez-Zor, e Lataquia. Como resultado do golpe, os fundadores históricos do partido fugiram do país e passaram o resto de suas vidas no exílio. O golpe também criou um cisma permanente entre os ramos do partido da Síria e do Iraque. [1]

Referências

  1. Commins, David Dean. Historical Dictionary of Syria, p. 105. Scarecrow Press, 2004, ISBN 0-8108-4934-8.