Green card

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O green card (literalmente "cartão verde", em inglês), oficialmente United States Permanent Resident Card ("Carta de Residência Permanente nos Estados Unidos") é um visto permanente de imigração concedido pelas autoridades daquele país. Diferentemente dos outros tipos de vistos ele não restringe ou limita as ações de quem o tem.[1] Todos os outros tipos de visto são temporários e atrelados à sua especificidade, enquanto o green card é permanente e sem vínculos. Por exemplo, o visto de estudo não lhe permite trabalhar, o visto de trabalho só permite que se viva nos EUA enquanto se trabalhar para a empresa que patrocinou o visto. Já o green card dá a quem o tem praticamente todos os direitos de um cidadão americano. O portador do green card poderá sair e entrar nos Estados Unidos, trabalhar em qualquer região e estudar por preços mais acessíveis. A única restrição é não ficar mais de um ano ou sucessivos períodos muito longos fora dos Estados Unidos pois, como é um visto de imigração permanente, pressupõe-se que a pessoa que o possui deseja efetivamente fixar residência nos Estados Unidos.

Apesar do nome, o green card atualmente não é um cartão verde e sim branco. Anteriormente, o documento era verde, o que lhe conferiu o título.

Apoios por parte do Governo Americano[editar | editar código-fonte]

Muitos perguntam se o governo americano dá algum tipo de vantagem ou incentivo a quem recebe o green card. A resposta é sim e não. Sim, pois não há vantagem maior do que ganhar o visto que todos que possuem outros vistos ou nenhum sonham e lutam para conseguir e, com ele, terem abertas as portas para bons empregos, boas escolas, segurança, entre outros. Não, porque o governo não conseguirá um emprego ou financiará uma residência para o portador do green card, uma vez que não faz o mesmo para cidadãos americanos. Não há, também, nenhum serviço de recepção e encaminhamento do imigrante que chega ao país com o green card.

Loteria de green cards[editar | editar código-fonte]

O governo americano, todos os anos, desde 1991, sorteia de 50 mil a 55 mil vistos entre diversos países do mundo que são tidos como de baixa representação no país, por meio do Programa de Diversidade de Vistos, a Loteria de green cards. Para participar, é necessário ter o 2º grau completo ou ter trabalhado pelo menos dois anos, nos últimos cinco anos, em algum tipo de emprego que necessite de 2 ou estar terminando este ano. Um total de 100 mil pessoas são sele(c)cionadas e recebem a carta informativa de sorteio e diversos formulários. Destas, as 50 mil primeiras que enviarem de volta estes formulários preenchidos corre(c)tamente serão chamadas para uma entrevista no Consulado Americano. Nesta, deve-se levar toda a documentação exigida e, em caso de aceitação, a pessoa sorteada e sua família (cônjuge e filhos solteiros menores de 21 anos) receberão o protocolo do green card e terão 6 meses para providenciar a mudança para os Estados Unidos.

Outras formas de obter o green card[editar | editar código-fonte]

Existem outras formas de se conseguir o green card fora a Loteria. Todas, porém, são incertas e em caso de sucesso demoram alguns anos e por vezes são dispendiosas. As opções são:

Por parentesco[editar | editar código-fonte]

Em alguns casos, parentes de cidadãos americanos ou residentes legais podem conseguir o green card após alguns anos. O pedido deve ser feito pelo parente, nos Estados Unidos. Demora de 2 a 8 anos, com parentes de cidadãos americanos levando menos tempo e de imigrantes legais 11 anos ou mais. Além do Peticionário, deve-se ter um co-fiador com cidadania nos Estados Unidos, para patrocinar a ida do imigrante.[2]

Por investimento[editar | editar código-fonte]

Existem possibilidades de se conseguir o Green card caso se invista na abertura de negócios de 500 mil dólares em regiões com maior índice de desemprego ou de 1 milhão de dólares em regiões metropolitanas e que se crie pelo menos 10 empregos para americanos ou residentes legais. É, no entanto, arriscado, pois não há certeza da consecução do visto. Se bem sucedido demora de 2 a 3 anos[3]

Por trabalho[editar | editar código-fonte]

Caso contratado para trabalhar em uma empresa americana, após algum tempo, pode-se entrar com um pedido de green card. Esta tentativa só tem chances de ser bem sucedida para empregados em áreas de trabalho com sérios problemas de disponibilidade de mão-de-obra. Demora de 2 a 5 anos.[4]

Por casamento[editar | editar código-fonte]

Caso a pessoa se case com cidadã(o) americana(o). Demora de até 2 anos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre os Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto América do Norte. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.