Hamster-sírio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Hamster Sírio)
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde março de 2010). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaHamster Sírio
Bijuh mesocricetos.jpg

Estado de conservação
Status iucn3.1 EN pt.svg
Em perigo
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Subordem: Myomorpha
Superfamília: Muroidea
Família: Cricetidae
Subfamília: Cricetinae
Género: Mesocricetus
Espécie: M. auratus
Nome binomial
Mesocricetus auratus
Waterhouse, 1839

O Hamster Sírio (Mesocricetus auratus) é um mamífero da ordem dos roedores, família Cricetinae (Hamster). É uma das espécies domesticáveis mais comuns, por apresentar características fáceis de se ter num pequeno apartamento, e de somente precisar um animal para se cuidar. Não exigem atenção e cuidados constantes, e crianças adoram conviver com esses animalzinhos. Embora bastante dóceis, ativos e brincalhões, são extremamente independentes e solitários, não gostanto de conviver com outros hamsters.

Pode-se distinguir um macho de uma fêmea olhando para a região da cauda. O macho quando bem jovem possui dois pontos de rosados equidistantes da linha central do corpo. Quando adultos os machos possuem as gônadas bastante visíveis, com cerca de 1 cm, facilmente identificáveis.

Dificilmente quebram seus ossos, já que têm muita cartilagem, a uma queda de 20 cm (equivalente a 8m para uma pessoa) não quebra nenhum osso, são bem resistentes a temperaturas altas e baixas, a pelagem do fenótipo dominante(cor areia escura) deveria ser usado naturalmente como camuflagem, já que o habitat natural é o deserto da síria, seu comprimento normal é de 15 cm. Estes animais, bem cuidados, podem viver em média de 2 a 2,5 anos.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

O tempo de gestação é por volta de 2 semanas uns 15 dias, a cada ninhada, podem nascer entre quatro a dez filhotes. Ao nascimento dos filhotes, as fêmeas comem a placenta. Os machos podem engravidar entre seis e sete fêmeas por dia. As fêmeas podem comer os filhotes que nascerem defeituosos, mantendo assim a saúde e maior possibilidade de sobrevivência do resto da ninhada. A partir dos 5 meses de idade, os hamsters sírios já estão aptos a reproduzir.

As fêmeas normalmente são mais ariscas e maiores de que os machos.

Uma hamster-sírio fêmea.

Comportamento[editar | editar código-fonte]

Os hamsters sírios são brincalhões, dóceis, e precisam de ao menos de uma rodinha para gastarem suas energias. Na natureza percorrem vários quilômetros na busca de alimento. Portanto, precisam de atividade física para terem boa saúde.

Preferem viver de forma solitária e independente. Não devem ser mantidos juntos numa mesma gaiola, porque brigam de forma muita agressiva (exceto quando pequenos) e, na natureza só se encontram pacificamente para a reprodução. Cada animalzinho deve ter a sua própria gaiola e distante de qualquer outra, pois detectam a presença de outro animal pelo sensível olfato.

São animais noturnos, portanto suas atividades começam normalmente à noite, permanecendo até o início da manhã. Portanto, deve-se evitar de acordá-los de dia, embora eles mesmos possuem alguns hábitos diurnos rápidos, como arrumar o ninho, fazer xixi, e levar alimento para a sua toca.

Dificilmente emitem algum som. Possuem audição sensível, mas não enxergam bem, são míopes, independente do horário, identificam os alimentos e objetos normalmente pelo cheiro (se as mãos do dono estiverem com cheiro de comida, o hamster poderá se enganar e dar uma pequena mordida, portanto deve-se ter o cuidado de manuseá-los com as mãos limpas).

Limpeza[editar | editar código-fonte]

Os hamsters não necessitam de banhos porque se banham com sua própria saliva. Passam a grande maioria do tempo se limpando. Diferente dos ratos, os hamsters não passam doenças para os seres humanos, são muito limpos. Muito pelo contrário, se a pessoa estiver resfriada, poderá sim passar para o animalzinho.

Aprendem rapidamente a fazer e limpar o seu ninho, e a urinar sempre no mesmo lugar. Suas fezes se parecem muito como se fossem aqueles chocolatinhos de brigadeiro. Somente sua urina que tem cheiro relativamente forte, mas com material vendido em casas especializadas, pode-se amenizar facilmente esse odor.

A limpeza da gaiola somente é necessária de ser feita uma vez por semana, tendo material que absorva adequadamente sua urina. Quanto menos mudanças ocorrer na gaiola, menos stress o animalzinho irá ter. Ocorrendo muitas alterações de ambiente, barulho, calor, vento e iluminação o animal poderá até ganhar doenças graves. E tudo isso poderá dificultar a domesticação do hamster.

Alimentação[editar | editar código-fonte]

A alimentação dos hamster é feita com ração própria, a chamada ração extrusada, dura, que ajuda nos desgastes dos dentes. Mix de sementes não deve ser dado constantemente, como alimentação, e sim como petisco. Por não precisarem de uma atenção constante, pode-se viajar até por uma semana, pois se tiverem alimento e água suficiente, conseguirão facilmente sobreviver.

Eles precisam, esporadicamente, de proteína animal. São elas: ovo cozido (sem tempero) queijo fresco/ricota, frango cozido (sem tempero) e tenébrio. Podendo ser dadas a cada 15 dias como uma refeição especial.

Podem comer: Maçã, morango, pêra, uva, caqui, banana, caju, pêssego, frutas secas não-cítricas,repolho, couve, couve-flor, brócolis, pepino, espinafre, vagem, acelga, chicória, cenoura, quiabo, nabo, abóbora, pepino, semente de girassol, alpiste, farelo de aveia, ervilha, noz, amendoim, castanhas e passas.

Não devem comer: Alface, frutas cítricas (laranja, abacaxi, limão, acerola, etc), carne crua, abacate, figo, ameixa, flores, cebola, cebolinha, alho, ração de coelho (contém hormônios), salgados, chocolate e frituras em geral.

Sobre os gêneros[editar | editar código-fonte]

O hamster Sírio pertence ao gênero mesocricetus, as outras especies desse gênero são:

Gaiola e equipamentos[editar | editar código-fonte]

Gaiola[editar | editar código-fonte]

As gaiolas mais baratas podem custar R$ 50,00 e as mais caras e luxuosas custam mais de R$ 400,00. Quanto maior a gaiola, melhor será para o seu animal. Um opção são as gaiolas de vários andares, com escadinha, escorregador e rodinhas. Eles precisam de bastante espaço para correr, brincar, se esconder e casinha para fazer o seu ninho. Gostam de dormir em lugar fechado, acolhedor, escuro, quente e silencioso. Dependendo do modelo da gaiola, os terrários de vidro e caixas de plástico não são uma boa opção.

Bebedouro[editar | editar código-fonte]

O bebedouro é um dos equipamentos necessários. Bebedouros para hamsters devem ser do tipo mamadeira pois hamsters não devem ter contato com água. A melhor opção são os bebedouros com bico de alumínio, mas não podemos esquecer dos com bico de vidro. Eles bebem bastante água, portanto deve se ter o cuidado de deixar sempre disponível e a devida troca (no máximo semanalmente).

Comedouro[editar | editar código-fonte]

É basicamente um pequeno pote (pesado para não derrubar) para colocar a ração do hamster. Eles tem o costume de pegar bastante alimento, encher suas bochechas, e levar para o seu ninho e comer tranquilamente. O hamster fica desesperado se não tiver essa reserva de alimento em sua casinha, pois acredita que irá morrer de fome em poucos dias.

Rodinha[editar | editar código-fonte]

É uma roda onde o hamster corre para se exercitar. Este equipamento é necessário em todas as gaiolas, pois no seu habitat natural os hamster costumavam correr muitos quilômetros por dia e esta serve para substituir em parte este hábito. As rodinhas inadequadas são aquelas que possuem espaços e com possibilidade do hamster, na sua correria, prender a patinha e se machucar. Preferencialmente as de plástico são mais adequadas.

Quando adultos, a roda deve de ter entre 18 a 20 cm, pois rodinhas demasiado pequenas podem causar problemas de coluna aos hamsters.

Túnel[editar | editar código-fonte]

O túnel é basicamente um tubo de plástico ou acrílico que acrescentam muito na diversão do hamster. Os tuneis fazem parte do seu habit natural, portanto vale a pena o investimento para adequar a gaiola em ficar o mais próximo do seu ambiente na natureza. Atualmente está disponível no mercado, tubos coloridos para que os hamsters possam se divertir e exercitar, o que encareçe um pouco mais. No entanto, como na natureza eles fazem naturalmente túneis para fazer seus ninhos e se esconderem de predadores, eles adoram entrar em túneis ou mesmo naqueles rolos de papel higiênico, ou de papel toalha.

Globo[editar | editar código-fonte]

É uma esfera de acrílico que têm vários furos para respiração. Ele é um equipamento que nem todos os hamsters gostam. Alguns adoram e ficam mais de quinze minutos rolando de lá para cá, outros apenas desprezam. Não é um acessório tão caro, mas previne que os hamsters entrem em buracos e coma sujeiras do chão, enquanto soltos. E outra vantagem é que serve, enquanto ele fica rodando no globo, o momento propício para a limpeza da gaiola.

Doenças[editar | editar código-fonte]

Os hamsters, assim como nós, podem contrair algumas doenças. Muitas deles são ocasionadas por erros na alimentação e falta de cuidados do dono, mas em muitos casos o criador não tem culpa. Porém, antes de dar qualquer remédio ou diagnóstico ao hamster procure um veterinário.

Mesmo doente, o hamster se apresenta bastante ativo, pois ele não quer se apresentar fraco. Ele pensa que ficaria mais fácil para algum predador dominá-lo. Portanto, é preciso atenção em seu comportamento, para detectar início de qualquer uma dessas doenças e tratá-lo rapidamente. Como possui um metabolismo muito rápido, qualquer doença se complica rapidamente.

Diarreia[editar | editar código-fonte]

Ela é causada principalmente quando o hamster come muitos legumes, frutas ácidas e comida úmida. Se ele estiver sofrendo diarréia, não dê mais esse tipo de alimento até que ele se cure. Procure imediatamente o veterinário, pois pode virar o temível "rabo molhado", uma diarréia forte que deixa a bundinha dele sempre molhada e que mata em 48 horas.

Resfriado[editar | editar código-fonte]

É necessário identificar o resfriado, pois hamsters muitas vezes têm esses sintomas por alergia. Mantenha seu hamster longe de elementos alérgicos (cheiro forte, serragem com ervas, etc.) e mantenha-o sempre morno, não quentes. Procure um veterinário.

Hibernação[editar | editar código-fonte]

Hamsters sírios, quando em ambiente que esfria muito rapidamente, podem hibernar. Ele pode parecer morto, duro, frio e com pequena evidência de respiração, porém seus bigodes continuam se mexendo. Deve-se tentar tirar os hamsters dessa situação o mais rapidamente possível, pois eles não fazem planos para hibernar, e podem morrer de fome e frio, ao contrário de ursos, por exemplo. Aquece-lo com as próprias mãos deverá ser os suficiente para que ele possa voltar ao normal.

Perda de pêlo[editar | editar código-fonte]

Ele normalmente ocorre em hamsters velhos perto da barriga e do quadril. A perda de pêlo em hamsters novos normalmente é associada com irritação de pele. No caso, procure um veterinário.

Crescimento excessivo dos dentes[editar | editar código-fonte]

Isso pode ser gerado pela má alimentação (sem alimentos duros ou extrosados), ou algum problema na mastigação. Deve-se ter na gaiola materiais especiais para que ele possa roer constantemente como por exemplo: madeiras especiais, ossos, ou produtos específicos para essa finalidade. Quando chega num estágio onde o hamster mal consegue comer, é necessário levar no veterinário para que ele corte o dente e evite que perfure o céu da boca.

Obesidade[editar | editar código-fonte]

A obesidade pode ser gerada por dois fatores: alimentação inadequada e falta de exercício físico. Antes de chegar a um ponto no qual a volta ao peso é difícil, ofereça apenas alimentos saudáveis e deixe disponível uma rodinha de tamanho grande, no qual o hamster não curve suas costas para andar. A obesidade pode tanto ser percebida rapidamente (muita gordura) quanto em seus estágios, que vai diminuindo a locomoção do hamster. Hamsters são rápidos, e se ele estiver mais lento, verifique a alimentação, a rodinha ou possíveis fraturas. Em todo caso, um veterinário é o recomendavel.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Hamster-sírio
Ícone de esboço Este artigo sobre sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.