Henriette-Julie de Castelnau de Murat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Les Histoires sublimes et allégoriques de H.-J. de Murat

Henriette-Julie de Castelnau, condessa de Murat (1670, Brest24 de Setembro de 1716, castelo da Buzardière (Condado do Maine), foi uma romancista francesa.

Henriette-Julie de Castelnau desposou aos 16 anos de idade o conte de Murat, sargento dos exércitos do rei. Ela foi exilada em Loches por solicitação de Madame de Maintenon que a acusou de haver cooperado na feitura de um libelo injurioso à corte de Luís XIV. Durante o exílio, ela escreveu diversos romances. Em 1715, o Duque de Orleães pôs fim ao exílio.

Obras principais[editar | editar código-fonte]

  • Mémoire de ma vie (1697)
  • Nouveaux Comtes de fées (1698)
  • Le Voyage de campagne (1699)
  • Histoires sublimes et allégoriques (1699)
  • Les Lutins du château de Kernosy (1710)

Obras online[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.