Hipervelocidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde julho de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
O clarão de energia de um impacto em hipervelocidade simulado em laboratório.

O termo hipervelocidade em geral se refere a velocidades extremamente altas, normalmente acima de 3.000 m/s (11.000 km/h, ou Mach 8.8. Em particular, o termo se refere a velocidades tão altas que a resistência de materiais sob impacto são muito pequenas se comparadas ao estresse inercial.[1]

Dessa forma, até mesmo metais se comportam como fluidos quando impactados em hipervelocidade. Hipervelocidades extremas resultam em vaporização tanto do objeto impactante quanto do objeto alvo. Para metais estruturais, hipervelocidade é considerada como acima de 2.500 m/s (9.000 km/h ou Mach 7,3). Crateras de impacto de meteoritos são exemplos de resultado de impactos em hipervelocidade.

Referências

  1. AIAA; Air Force Institute of Technology. Critical technologies for national defense. [S.l.: s.n.], 1991. p. 287. ISBN 1-56347-009-8

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.