Homem de Tollund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Réplica do corpo do Homem de Tollund ligada à cabeça original, em exposição no Museu de Silkeborg
A cabeça preservada do Homem de Tollund

Homem de Tollund é cadáver de um homem naturalmente mumificado descoberto na Dinamarca em 6 de maio de 1950.[1] O Homem de Tollund viveu no século IV a.C., período caracterizado pela idade do ferro pré romana na Escandinávia, foi enforcado, provavelmente como uma forma de um sacrifício, e jogado no pântano, tendo consequentemente o seu corpo preservado devido à camada musgos, ausência de oxigênio e ação de compostos antimicrobianos. Múmias com essas características já foram encontradas na Irlanda, Reino Unido, Alemanha, Holanda e principalmente na Dinamarca.[2] [3]

Devido às técnicas limitadas de preservação de material orgânico na época da descoberta do corpo, apenas a cabeça foi conservada, enquanto o restante do corpo deteriorou-se. Em 1987 uma réplica foi construída, estando atualmente exposta, juntamente com a cabeça original, no Museu de Silkeborg.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. Glob, P. (2004). The Bog People: Iron-Age Man Preserved. Nova York: New York Review of Books. pág. 304. ISBN 1590170903
  3. Susan K. Lewis — PBS (2006). "Tollund Man". Public Broadcasting System — NOVA.
  4. "The Tollund Man". Biblioteca Pública de Silkeborg e Museu de Silkeborg (2004)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Homem de Tollund
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.