Hortelã-pimenta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaHortelã-pimenta
Mentha piperita - Pfefferminze.jpg

Classificação científica
Reino: Plantae
Filo: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: tre
Família: Lamiaceae
Género: Mentha
Espécie: M. x piperita
Nome binomial
Mentha x piperita
L.

A Hortelã-pimenta (Mentha x piperita) é uma hortelã híbrida obtida do cruzamento (reprodução sexuada - troca genética) entre Mentha aquatica e Mentha spicata . É usada popularmente como descongestionante nasal, antigripal, vermífuga, digestiva e analgésica. Usada como condimento na culinária, bem como em infusões, utilizando as folhas da planta. Possui mentol, substância da classe dos terpenos originalmente extraída do óleo essencial desta espécie.

Esta planta reproduz-se assexuadamente, através das raízes, sem que haja multiplicidade genética, ou seja, os indivíduos são geneticamente iguais entre si, e reproduz-se sexuadamente por meio de sementes, em que existe multiplicidade genética.

Esta espécie é medicinal, e atua em debilidades do estômago, cólicas e vómitos. Do mesmo modo que o alecrim e a cânfora, usa-se para irritações cutâneas e constipações, dores de cabeça e dor de dentes (mastigar a folha). As folhas da hortelã pimenta em chá (infusão), empregam-se contra a insónia e excitação nervosa. Os talos triturados são eficazes contra picadas de insectos. As folhas frescas em infusão facilitam a digestão. É uma erva verde-intenso e aroma refrescante; é tónica, estimulante e estomacal. Actua sobre os nervos como um sedativo, cura as dores de dentes (uma gota de hortelã-pimenta num algodão sobre a carie), evita pés frios (pondo umas folhas de menta entre os pés e as meias). Devolve o vigor a todos os órgãos, beneficiando os nervos, o coração, o aparelho digestivo (contra náuseas, fadiga, gases, úlceras), figado e pâncreas. É boa para o aparelho respiratório (tosse, asma, bronquite) e actua nas doenças infecciosas como bactericida e anti-séptico, é anestésica e ao mastigâ-Ia cura dores de gengivas e dentes.

Ícone de esboço Este artigo sobre plantas é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.