ISO 14001

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Objetivos[editar | editar código-fonte]

A ABNT NBR ISO 14001 é aplicável a qualquer tipo de organização (governamental ) que tem por objetivo “evoluir” bem como buscar sua certificação por uma organização externa competente; fazer a verificação da politica ambiental implementada por esta entidade quanto à sua conformidade com a realidade do empreendimento e ainda servir de subsídio para uma análise intra ou externamente da conformidade entre esta certificação e uma autodeclaração de um empreendimento, e por fim, mas não menos importante, tem como objetivo dar as diretrizes para a confirmação de sua conformidade frente a algum requisito pré-estabelecido por algum cliente.

Metodologia PDCA[editar | editar código-fonte]

A ABNT NBR ISO 14001 segue a metodologia conhecida por aplicar um ciclo de melhoria contínua denominado Plan-Do-Check-Act (PDCA) que traduzido para o português significa Planejar-Executar-Verificar-Agir.

Planejar: traçar os objetivos e os processos necessários para se atingir os resultados levando-se em consideração a política ambiental da empresa.



Verificar: fazer o exercício de verificação de atendimento dos processos aos requisitos do empreendimento, requisitos legais, as metas, a politica ambiental da empresa, e relatar os resultados.


Agir: agir para a melhoria contínua dos processos e do sistema de gestão ambiental do empreendimento.



Principais Requisitos[editar | editar código-fonte]

São requisitos do sistema de gestão ambiental:

A. Requisitos gerais;

B. Política ambiental;

C. Planejamento;

D. Implementação e operação;

E. Verificação;

F. Análise pela administração.

Certificação[editar | editar código-fonte]

Para obtenção da certificação do empreendimento pela ABNT NBR ISO 14001 (válido até janeiro de 2016) é necessário que ele esteja dentro dos requisitos determinados. Geralmente uma empresa externa é contratada para fazer uma auditoria e verificar o sistema ambiental da empresa e sua adequação a ABNT NBR ISO 14001. As certificações possuem validades, e para a manutenção e re-certificação da ISO novas auditorias são necessárias.

Relação com outras Certificações[editar | editar código-fonte]

A ABNT NBR ISO 14001:2004 - Requisitos do Sistema de Gestão Ambiental se relaciona com outras certificações, como por exemplo a ABNT NBR ISO 9001:2000 – Sistema de Gestão da Qualidade e também a ABNT NBR ISO 19001:2000 - Diretrizes para Auditoria de Sistemas de Gestão da Qualidade e Ambiental.

O uso atual da ISO 14001[editar | editar código-fonte]

Os setores industriais automotivo, petroquímico e químico e o setor de prestação de serviços são os que possuem o maior número de certificações ISO 14001, sendo a Petrobras, a empresa com maior destaque no cenário brasileiro. A maioria dessas empresas é de médio ou grande porte e impactam significativamente o ambiente.

A região brasileira com maior número de certificações ISO 14001 é a região sudeste. Isso pode ser explicado pelo fato dessa região conter os maiores parques industriais. Com destaque para São Paulo que possui cerca de 50% das certificações.

A principal dificuldade enfrentada pelas empresas de pequeno porte é a questão dos custos da consultoria de implantação, dos investimentos na adequação de equipamentos e processos produtivos, do contrato com a empresa certificadora, das auditorias de supervisão do SGA e da manutenção do sistema são um empecilho considerável.

A cada ano cresce no Brasil o numero de certificações , justificada por motivos diversos como: preocupação ambiental, competitividade no mercado, melhoramento da imagem da empresa perante a questões ambientais e por pressão de clientes. Com isso, o Brasil vem melhorando sua colocação a cada ano no Ranking de número de certificados emitidos no mundo. Segundo dados da ABNT no ano de 2005 o Brasil ocupava 11ª posição (1800 certificações), perdendo para Japão (1782), China (9230), Espanha (6523), Reino Unido (6223), Alemanha (4400), Suécia (3716), Coréia (2610) e França (2607).