Ilha Pate

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização da ilha Pate no Quénia
Mapa da ilha Pate

A Ilha Pate é uma ilha do Oceano Índico, junto à costa africana, pertencente ao Quénia. Faz parte do arquipélago de Lamu.

A ilha teve um importante papel na história do arquipélago e da África Oriental a partir do século XVI, particularmente até ao século XIX. Muitos dos principais centros populacionais de Pate são construídos em locais onde há vestígios arqueológicos. O centro administrativo da ilha é a localidade de Faza.

Faza, na costa norte, data pelo menos do século XIV. Em 1587 Faza foi destruída pelos portugueses porque o xeque local apoiou Mirale Bey, um famoso corsário que tinha tido um papel determinante na expulsão dos portugueses de Mascate. Os portugueses chegaram de Goa com cerca de 650 homens e chacinaram a população local e todos os dirigentes que encontraram, entregando a povoação aos outros habitantes de Pate que eram rivais de Faza[1] .

Faza foi reconstruída e rehabitada. Os portugueses construíram uma capela, entretanto desaparecida. No século XVIII Faza entrou em declínio com a ascensão da localidade de Pate.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Pate Chronicle: Edited and Translated from Mss 177, 321, 344, and 358 of the Library of the University of Dar Es Salaam (African Historical Sources) ISBN 0-87013-336-5
  • J. de V. Allen. Siyu in the Eighteenth and Nineteenth Centuries. «Transafrican Journal of History» 8 (2), 1979, pp. 1–35.
  • J. de V. Allen. Lamu, with an Appendix on Archaeological Finds from the Region of Lamu by H. Neville Chittick. Kenya National Museums, Nairobi.
  • H. Brown. Siyu: Town of the Craftsmen. «Azania» 26, 1986, pp 1–4.
  • Freeman-Grenville. The East-African Coast: Selected Documents from the First to the Earlier Nineteenth Century. Oxford University Press, Londra 1962.
  • Mark Horton. Shanga: the Archaeology of a Muslim Trading Community on the Coast of East Africa. «Memoirs of the British Institute in Eastern Africa» n. 14, British Institute in Eastern Africa, Londra 1996. ISBN 1-872566-09-X
  • J. Kirkman. Men and Monuments on the East African Coast .
  • J. Strandes. The Portuguese Period in East Africa.

Referências

  1. Martin, Chryssee MacCasler Perry e Esmond Bradley Martin. Quest for the Past. An historical guide to the Lamu Archipelago. [S.l.: s.n.], 1973.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Quénia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.