Ilha Rathlin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rathlin
Rathlin está localizado em: Reino Unido
Rathlin
55° 17' 32" N 6° 11' 30" O
Wfm rathlin.jpg
Imagem da ilha Rathlin em falsa cor (satélite Landsat da NASA), vendo-se ainda as costas de Antrim e Kintyre
Geografia física
País  Reino Unido
Localização  Irlanda do Norte
Arquipélago Ilhas Britânicas
Área 14  km²
Geografia humana
População 75 (2001)
Densidade 5,4  hab./km²
Cliff scenery south of West Lighthouse, Rathlin Island - geograph.org.uk - 646842.jpg
Paisagem da ilha Rathlin

A Ilha Rathlin (em inglês: Rathlin Island, em irlandês: Reachlainn ou Reachra) é uma ilha situada no Condado de Antrim na Irlanda do Norte, e é o ponto mais setentrional da Irlanda do Norte. Rathlin é a única ilha habitada da Irlanda do Norte além da própria Irlanda, com cerca de 100 residentes e a ilha habitada mais setentrional das existentes nas costas irlandesas. Escarpada e com forma de L invertido, Rathlin mede mais de 6 quilómetros de leste a oeste e 4 quilómetros de norte a sul, com 14 km2 de área total. Fica a cerca de 25 km do Mull of Kintyre, a ponta sul da península de Kintyre na Escócia. Faz parte do Distrito de Moyle e está representada no município pela Rathlin Development & Community Association[1] .

Transporte[editar | editar código-fonte]

Uma linha de ferry, operada pela Rathlin Island Ferry Ltd. liga o principal porto da ilha, Church Bay, com a Irlanda em Ballycastle, distante cerca de 9 km.

Natureza[editar | editar código-fonte]

Rathlin é uma ilha de origem vulcânica que foi criada como parte da chamada província britânica terciária vulcânica.[2]

É uma das 43 áreas especiais de conservação da Irlanda do Norte.

História[editar | editar código-fonte]

Rathlin sofreu o primeiro ataque viking à Irlanda segundo rezam os Anais do Ulster. Este assalto ocorreu em 795 e houve um saque à igreja local e a queima de todos os edifícios associados.

Rathlin foi também cenário de um infame massacre em julho de 1575 quando Walter Devereux, I conde de Essex ordenou a Francis Drake e John Norreys a matança de vários centenas de membros do clã Donad (também chamado MacDonnell), entre eles numerosas mulheres e crianças, que tinham procurado refúgio na ilha.[3] [4]

Em 1642, Sir Duncan Campbell de Auchinbreck, membro do clã Campbell, ordenou a um exército covenanter às suas ordens o assassinato dos membros católicos do clã Donald.[5] [6] O número de mortes oscila entre os 100 e os 3000.

Em finais do século XVIII, a produção de kelp tornou-se o motor económico da ilha, implicando todos os residentes de Rathlin. Hoje em dia, ainda se podem contemplar as ruínas de fábricas e armazéns ao longo da costa.[7]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.rathlincommunity.org/
  2. Northern Ireland Environment Agency. Causeway Coast and Rathlin Island Geodiversity Profile. Visitado em 2 de agosto de 2009.
  3. John Sugden, "Sir Francis Drake", Touchstone-book, published Simon+Schuster, New York, ISBN 0-671-75863-2
  4. Sir Francis Drake and Music. Visitado em 2 de agosto de 2009.
  5. Royle, Trevor(2004),', London: Abacus, ISBN 0-349-11564-8 p.143
  6. MacDonnell Of Leinster Association. The Carolingian Era. Visitado em 28 de agosto de 2008.
  7. O'Sullivan, Aidan & Breen, Colin. Maritime Ireland. An Archaeology of Coastal Communities. Stroud: [s.n.], 2007. p. 225. ISBN 978-0-7524-2509-2
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Rathlin Island».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]