James Bond, The Spy Who Loved Me

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
'James Bond, The Spy Who Loved Me'
'007 O Espião Que Me Amava'
Autor (es) Christopher Wood
Idioma Inglês
País Reino Unido Reino Unido
Género Romance policial, espionagem
Série James Bond
Editora Jonathan Cape, Triad Panther
Lançamento 1977
Cronologia
Último
Último
Colonel Sun
James Bond and Moonraker
Próximo
Próximo

James Bond, The Spy Who Loved Me (lançado originalmente no Brasil como 007 O Espião Que Me Amava) é a romantização oficial do décimo filme da série James Bond da EON Productions.

Quando Ian Fleming vendeu os direitos dos livros de James Bond para Harry Saltzman e Albert R. Broccoli, ele só deu permissão para o título The Spy Who Loved Me ser utilizado. Do roteiro ao filme não há nenhuma semelhança com romance original de Fleming.

A Glidrose Publications, pela primeira vez, autorizou uma novelização a ser escrita com base no roteiro do filme.

Escrito pelo roterista do filme, Christopher Wood, este também seria o primeiro livro de James Bond publicado desde Colonel Sun, quase uma década depois. Desconsiderando, James Bond: The Authorised Biography of 007, uma biografia de 007, escrita por John Pearson.

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.