José Agrippino de Paula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Agrippino de Paula (São Paulo,[1] 13 de julho de 1937Embu, 4 de julho de 2007[2] ) foi um escritor brasileiro.

Dentre os livros de sua autoria se destaca PanAmérica (1967), obra fundamental para o desenvolvimento do movimento da Tropicália. Irreverente, o livro apresenta personalidades como Che Guevara, Marilyn Monroe, Cary Grant, John Wayne, Marlon Brando, Cecil B. de Mille, Andy Warhol, entre outros ícones da cultura de massa. Estes personagens participam de uma filmagem de episódios da Bíblia e atuam com uma narrativa na primeira pessoa, em cenas sem uma sequência lógica e com um viés pitoresco ou cinematográfico.

Referências

Referência bibliográfica[editar | editar código-fonte]

  • PanAmérica. Ed. Papagaio, 2001. (1ª edição 1967, Ed. Tridente)
  • Lúgar Público. Ed. Papagaio, 2004. (1ª edição 1965, Ed. Civilização Brasileira)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escritor do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.