Andy Warhol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Andy Warhol
Warhol em 1977
Nome completo Andrej Varhola, Jr.
Nascimento 6 de agosto de 1928
Pittsburgh, Pensilvânia
Morte 22 de fevereiro de 1987 (58 anos)
Nova Iorque, Nova Iorque
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Ocupação pintor e cineasta
Principais trabalhos Campbell's Soup Can (1968)
Chelsea Girls (1966)
Exploding Plastic Inevitable (1966)

Andy Warhol, nascido Andrej Varhola, Jr. (Pittsburgh, 6 de agosto de 1928Nova Iorque, 22 de fevereiro de 1987), foi um empresário, pintor e cineasta norte-americano, bem como uma figura maior do movimento de pop art.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Andy Warhol nasceu em Pittsburgh, Pensilvânia.[1] Era o quarto filho de Andrej Varhola e Julia Zavacká (1892–1972), cujo primeiro filho nasceu na sua terra natal e morreu antes de sua migração para os Estados Unidos. Seus pais eram imigrantes da classe operária originários de Mikó (hoje chamada Miková), no nordeste da Eslováquia, então parte do Império Austro-Húngaro. O pai de Warhol emigrou para os E.U.A em 1914 e sua mãe se juntou a ele em 1921, após a morte dos avós de Andy Warhol. Seu pai trabalhou em uma mina de carvão. A família vivia na Rua Beelen 55, e mais tarde na Rua Dawson 3252, em Oakland, um bairro de Pittsburgh.[2] A família era católica bizantina rutena e frequentava a igreja católica bizantina de São João Crisóstomo em Pittsburgh. Andy Warhol tinha dois irmãos mais velhos, Ján e Pavol, que nasceram na atual Eslováquia. O filho de Pavol, James Warhola, tornou-se um bem sucedido ilustrador de livros para crianças.

Nos primeiros anos de estudo, Warhol teve coreia, uma doença do sistema nervoso que provoca movimentos involuntários das extremidades, que se acredita ser uma complicação da escarlatina e causa manchas de pigmentação na pele.[3] Ele tornou-se um hipocondríaco, desenvolvendo um medo de hospitais e médicos. Muitas vezes de cama quando criança, tornou-se um excluído entre os seus colegas de escola, ligando-se fortemente com sua mãe.[4] Às vezes quando estava confinado à cama, desenhava, ouvia rádio e colecionava imagens de estrelas de cinema ao redor de sua cama. Warhol depois descreveu esse período como muito importante no desenvolvimento da sua personalidade, do conjunto de suas habilidades e de suas preferências.

Aos 17 anos, em 1945, entrou no Instituto de Tecnologia de Carnegie, em Pittsburgh, hoje Universidade Carnegie Mellon e se graduou em design.

Logo após mudou para Nova York e começou a trabalhar como ilustrador de importantes revistas, como Vogue, Harper's Bazaar e The New Yorker, além de fazer anúncios publicitários e displays para vitrines de lojas. Começa aí uma carreira de sucesso como artista gráfico ganhando diversos prêmios como diretor de arte do Art Director's Club e do The American Institute of Graphic Arts.

Fez a sua primeira mostra individual em 1952, na Hugo Galley onde exibe quinze desenhos baseados na obra de Truman Capote. Esta série de trabalhos é mostrada em diversos lugares durante os anos 50, incluindo o MOMA, Museu de Arte Moderna, em 1956. Passa a assinar Warhol.

A série de latas de sopa Campbell, foi produzida por Warhol em 1962 e é um das suas obras mais conhecidas.

Os anos 1960 marcam uma guinada na sua carreira de artista plástico e passa a se utilizar dos motivos e conceitos da publicidade em suas obras, com o uso de cores fortes e brilhantes e tintas acrílicas. Reinventa a pop art com a reprodução mecânica e seus múltiplos serigráficos são temas do cotidiano e artigos de consumo, como as reproduções das latas de sopas Campbell e a garrafa de Coca-Cola, além de rostos de figuras conhecidas como Marilyn Monroe, Liz Taylor, Michael Jackson, Elvis Presley, Pelé, Che Guevara, Brigitte Bardot e símbolos icônicos da história da arte, como Mona Lisa. Estes temas eram reproduzidos serialmente com variações de cores.

Além das serigrafias Warhol também se utilizava de outras técnicas, como a colagem e o uso de materiais descartáveis, não usuais em obras de arte.

Em 1968, Valerie Solanas, fundadora e único membro da SCUM (Society for Cutting Up Men - Sociedade para eliminar os homens) invade o estúdio de Warhol e o fere com três tiros, mas o ataque não é fatal e Warhol se recupera, depois de se submeter a uma cirurgia que durou cinco horas. Este fato é tema do filme I shot Andy Warhol (Eu atirei em Andy Warhol), dirigido por Mary Harron, em 1996.

Warhol está enterrado no cemitério católico bizantino de S. João Batista na Pensilvânia.
Cquote1.svg Warhol foi uma das pessoas mais chatas que já conheci, pois era do tipo que não tinha nada a dizer. Sua obra também não me toca. Ele até produziu coisas relevantes no começo dos anos 60. Mas, no geral, não tenho dúvidas de que é a reputação mais ridiculamente superestimada do século XX. Cquote2.svg

Em 1987, ele foi operado na vesícula biliar. A operação correu bem mas Andy Warhol morreu no dia seguinte. Ele era célebre há 35 anos. De facto, a sua conhecida frase: In the future everyone will be famous for fifteen minutes (No futuro todos serão famosos durante quinze minutos), só se aplicará no futuro, quando a produção cultural for totalmente massificada e em que a arte será distribuída por meios de produção de massa.

The Velvet Underground[editar | editar código-fonte]

Andy Warhol e Tennessee Williams, num encontro em 1954.

Andy Warhol também foi financiador e mentor intelectual da banda The Velvet Underground. Em 1967, forçou a entrada de sua amiga Nico, cantora e modelo alemã, para a banda. Houve rejeição e conflito por parte da banda e o nome do primeiro álbum foi The Velvet Underground and Nico, excluindo Nico, de certa forma. Logo depois da gravação do álbum White Light/White Heat, Andy Warhol se afastou e Nico foi expulsa da banda.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Elenco Notas
1963 Sleep John Giorno O tempo corrente do filme é superior a 320 minutos
1963 Andy Warhol Films Jack Smith Filming Normal Love
1963 Sarah-Soap
1963 Denis Deegan
1963 Kiss
1963 Rollerskate/Dance Movie
1963 Jill and Freddy Dancing
1963 Elvis at Ferus
1963 Taylor and Me
1963 Tarzan and Jane Regained... Sort of
1963 Duchamp Opening
1963 Salome and Delilah
1963 Haircut No. 1
1963 Haircut No. 2
1963 Haircut No. 3
1963 Henry in Bathroom
1963 Taylor and John
1963 Bob Indiana, Etc.
1963 Billy Klüver
1963 John Washing
1963 Naomi and John
1964 Screen Tests
1964 Naomi and Rufus Kiss
1964 Blow Job DeVeren Bookwalter Filme mudo
1964 Jill Johnston Dancing
1964 Shoulder
1964 Eat Robert Indiana
1964 Dinner At Daley's
1964 Soap Opera
1964 Batman Dracula
1964 Three
1964 Jane and Darius
1964 Couch
1964 Empire O tempo corrente do filme é superior a 8 horas e 5 minutos
1964 Henry Geldzahler
1964 Taylor Mead's Ass Taylor Mead
1964 Six Months
1964 Mario Banana
1964 Harlot
1964 Mario Montez Dances
1964 Isabel Wrist
1964 Imu and Son
1964 Allen
1964 Philip and Gerard
1964 13 Most Beautiful Women
1964 13 Most Beautiful Boys
1964 50 Fantastics and 50 Personalities
1964 Pause
1964 Messy Lives
1964 Lips
1964 Apple
1964 The End of Dawn
1965 John and Ivy
1965 Screen Test #1
1965 Screen Test #2
1965 The Life of Juanita Castro
1965 Drink
1965 Suicide
1965 Horse
1965 Vinyl
1965 Bitch
1965 Poor Little Rich Girl Edie Sedgwick
1965 Face
1965 Restaurant
1965 Kitchen
1965 Afternoon
1965 Beauty No. 1 Edie Sedgwick
1965 Beauty No. 2 Edie Sedgwick
1965 Space
1965 Factory Diaries
1965 Outer and Inner Space
1965 Prison
1965 The Fugs and The Holy Modal Rounders
1965 Paul Swan
1965 My Hustler
1965 My Hustler II
1965 Camp
1965 More Milk, Yvette
1965 Lupe
1965 The Closet
1966 Ari and Mario
1966 3 Min. Mary Might
1966 Eating Too Fast
1966 The Velvet Underground and Nico: A Symphony of Sound
1966 Hedy
1966 Rick
1966 Withering Heights
1966 Paraphernalia
1966 Whips
1966 Salvador Dalí
1966 The Beard
1966 Superboy
1966 Patrick
1966 Chelsea Girls
1966 Bufferin
1966 Bufferin Commercial
1966 Susan-Space
1966 The Velvet Underground Tarot Cards
1966 Nico/Antoine
1966 Marcel Duchamp
1966 Dentist: Nico
1966 Ivy
1966 Denis
1966 Ivy and Denis I
1966 Ivy and Denis II
1966 Tiger Hop
1966 The Andy Warhol Story
1966 Since
1966 The Bob Dylan Story
1966 Mrs. Warhol
1966 Kiss the Boot
1966 Nancy Fish and Rodney
1966 Courtroom
1966 Jail
1966 Alien in Jail
1966 A Christmas Carol
1966 Four Stars aka **** O tempo corrente do filme é superior a 25 horas
1967 Imitation of Christ
1967 Ed Hood
1967 Donyale Luna
1967 I, a Man
1967 The Loves of Ondine
1967 Bike Boy
1967 Tub Girls
1967 The Nude Restaurant
1967 Construction-Destruction-Construction
1967 Sunset
1967 Withering Sighs
1967 Vibrations
1968 Lonesome Cowboys
1968 San Diego Surf
1968 Flesh
1969 Blue Movie
1969 Trash Joe Dallessandro, Holly Woodlawn
1970 Women in Revolt
1971 Water
1971 Factory Diaries
1972 Heat
1973 L'Amour
1973 Flesh for Frankenstein
1974 Blood for Dracula
1973 Vivian's Girls
Phoney
1975 Nothing Special footage
1975 Fight
1977 Andy Warhol's Bad

Livros[editar | editar código-fonte]

Andy Warhol também foi autor de alguns livros:

Também foi o fundador da revista Interview.

Referências

  1. Andy Warhol: Biography Andy Warhol Foundation for the Visual Arts. (2002).
  2. Bockris, Victor. The life and death of Andy Warhol. Nova York: Bantam Books. 4–5 pp. ISBN 0-553-05708-1 OCLC 19631216
  3. Colacello, Bob (1991), p.16
  4. Guiles, Fred Lawrence. Loner at the ball: the life of Andy Warhol. Londres: Bantam Books. ISBN 0-593-01540-1 OCLC 19455278
  5. Robert Hughes é um crítico de arte e antigo cronista da revista Time. Eta foi uma entrevista concedida à revista Veja, 25 de Abril de 2007.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andy Warhol
Ícone de esboço Este artigo sobre Arte ou História da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.