Mohammad Reza Pahlavi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mohammad Reza Pahlavi
محمد رضا شاه پهلوی
Xá da Pérsia
Reinado 26 de setembro de 1941 - 11 de fevereiro de 1979
Predecessor Reza Pahlavi
Sucessor República Islâmica do Irã
Chefe da Dinastia Pahlavi
Período 26 de setembro de 1941 - 27 de julho de 1980
Predecessor Reza Pahlavi
Sucessor Farah Pahlavi
Cônjuge Fawzia Fuad do Egito
(div. 1948)
Soraya Esfandiary-Bakhtiari (div. 1958)
Farah Diba
Descendência
Shahnaz
Reza
Farahnaz
Ali-Reza
Leila
Pai Reza Pahlavi
Mãe Tadj ol-Molouk Ayromlou
Nascimento 26 de outubro de 1919
Teerã, Pérsia
Morte 27 de julho de 1980 (60 anos)
Cairo, Egito
Enterro Al-Refai Mosque, Cairo, Egito
Assinatura

Mohammad Reza Pahlavi (em língua persa: محمدرضا پهلوی , ،شاه ایران) GColIH (Teerã, 26 de Outubro de 1919Cairo, 27 de Julho de 1980) foi do Irã de 16 de Setembro de 1941 até 11 de Fevereiro de 1979. Filho de Reza Pahlavi e da sua segunda esposa, Tadj ol-Molouk, Mohammad foi o segundo e último monarca da Dinastia Pahlavi.[1]

Em 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, o Reino Unido e a União Soviética invadiram o Irã, de modo a assegurar para si próprios os recursos petrolíferos iranianos. Os Aliados forçaram o a abdicar em favor de seu filho, Mohammad Reza Pahlavi, em quem enxergavam um governante que lhes seria mais favorável. Em 1953, após a nacionalização da Anglo-Iranian Oil Company, um conflito entre o xá e o primeiro-ministro Mohammed Mossadegh levou à deposição e prisão deste último.

Foto oficial da coroação em 1967: Princesa Ashraf, Princesa Shahnaz, o Xá, Princesa Farahnaz e Príncipe Reza, Rainha Farah e Princesa Shams.

A 27 de Julho de 1967 recebeu o Grande-Colar da Ordem do Infante D. Henrique.

O reinado do xá tornou-se progressivamente ditatorial, especialmente no final dos anos 1970. Com apoio americano e britânico, Reza Pahlavi continuou a modernizar o país, mas insistia em esmagar a oposição do clero xiita e dos defensores da democracia.

Islamistas, comunistas e liberais promoveram a Revolução Iraniana de 1979, que provocou a fuga do xá e a instalação do Aiatolá Ruhollah Khomeini como chefe máximo do país.

Mohammad Reza Pahlavi morreu no exílio, no Egito, a 27 de Julho de 1980, com 60 anos de idade. Encontra-se sepultado em Al-Refai Mosque, Cairo no Egito.[2]

Referências

  1. "Mohammad Reza Pahlavi - biography". Página acessada em 4 de agosto de 2013.
  2. Mohammad Reza Pahlavi (em inglês) no Find a Grave.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]