Josephoartigasia monesi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaJosephoartigasia monesi
Josephoartigasia monesi.jpg

Estado de conservação
Extinta (fóssil)
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Dinomyidae
Género: Josephoartigasia
Espécie: J. monesi
Nome binomial
Josephoartigasia monesi
Rinderknecht e Blanco, 2008

Josephoartigasia monesi é uma espécie fóssil de roedores que viveu no Pliocénico (há 4-2 milhões de anos) na região do actual Uruguai. A espécie pertence à família Dinomyidae de roedores pré-históricos.

O Josephoartigasia monesi era do tamanho de um hipopótamo, com cerca de 3 metros de comprimento e 1,5 metros de altura, pesando perto de 1 tonelada. Com estas dimensões, o Josephoartigasia monesi é o maior membro da ordem dos roedores, incluindo espécies modernas e fósseis. O crânio do espécime encontrado media 53 cm de comprimento e revelou uma dentição que sugere que estes animais eram exclusivamente herbívoros.

Os cientistas chegaram à esta conclusão depois de analisar o crânio do animal, que havia vinte anos se encontrava esquecido em um porão do Museu de História Natural do Uruguai, situado em Montevidéu.

O nome, escolhido em 2007, é uma homenagem ao considerado maior prócer uruguaio, o caudilho José Artigas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.